Diante do cenário atual na disputa para o governo em alguns estados, Lula e Alckmin podem ficar impossibilitados de dividirem o mesmo palanque em São Paulo, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

De acordo com informações do O Globo, articuladores de campanha do ex-presidente já confessaram não saber como resolver o impasse. A intenção era que Lula e Alckmin caminhassem juntos, sobretudo na região sul, onde o petista não apresenta força eleitoral.

Há a hipótese de ser feito um evento da campanha presidencial nesses estados, com as presenças dos pré-candidatos das duas siglas.

 

BNEWS