Maurício Souza de Oliveira, chefe de quadrilha paraibano conhecido por explodir agências bancárias no interior da Paraíba e do Rio Grande do Norte, foi preso nesta quinta-feira (12) pela Polícia Militar no município potiguar de Ceará-Mirim, localizado na Região Metropolitana de Natal. A ação ocorreu durante diligências da Operação Hórus.

Segundo a PM, Maurício liderava uma organização criminosa que foi alvo da Polícia Civil da Paraíba na Operação Melaton realizada no ano de 2018, tendo se escondido na cidade onde foi preso desde então. Contra ele havia um mandado de prisão expedido pela 1ª Vara Criminal de Campina Grande.

A prisão foi coordenada por policiais militares do III Comando de Policiamento Regional (CPR-III). Ele foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil onde ficou à disposição da Justiça.