Os presidentes do PSDB, Bruno Araújo, MDB, Baleia Rossi, e Cidadania, Roberto Freire, se reuniram nesta quarta-feira (18), para assistir à apresentação dos dados de uma pesquisa encomendada para avaliar a viabilidade eleitoral do ex-governador tucano João Doria e da senadora emedebista Simone Tebet, mas adiaram a divulgação do nome escolhido para disputar a Presidência pela coligação. Os dados não foram divulgados ao público.

Apesar do encontro, as lideranças apenas anunciaram apenas novas reuniões na próxima terça-feira (24) das executivas de cada partido isoladamente, para discutir os resultados da pesquisa.

A candidatura da chamada terceira via vive um impasse, porque nem Doria nem Tebet abrem mão de ser cabeça de chapa. Parte considerável do PSDB, no entanto, tenta convencer o ex-governador de São Paulo a desistir de se lançar ao Planalto, sob o argumento de que ele atrapalha as pretensões do partido nos estados.

Há informações de que pesquisas feitas pelos partidos indicaram que a rejeição a Doria é muito alta e Simone teria maior potencial de crescimento. Doria teve o nome aprovado em prévias do PSDB, em novembro do ano passado, mas, desde então, enfrenta resistências.

MaisPB