Minutos após o ex-governador de São Paulo João Doria anunciar a desistência de sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto, nesta segunda (23), a senadora Simone Tebet divulgou uma nota na qual ela afirma que “Doria nunca foi adversário. Sempre foi aliado”. Tebet é vista como um nome preferencial pelas cúpulas do PSDB e MDB para concorrer à presidência. A senadora, no entanto, enfrenta resistência entre emedebistas do nordeste, onde alas do partido têm defendem alianças com o PT.

Ainda nesta segunda, a senadora tem um almoço com as lideranças do MDB, no Restaurante Nativas Grill em São Paulo. Já para a quarta (24) é esperada uma reunião, em Brasília, da cúpula do partido com o PSDB e o Cidadania para definição da chapa da terceira via.

Doria havia ganhado as prévias do partido em 2021, mas a união do PSDB com o MDB levou a impasses diante da postulação de Simone Tebet para a disputa. A favor dela pesou, dentre outros pontos, a baixa rejeição comparado à Doria. Pesquisa Genial/Quaest de abril deste ano, por exemplo, indicou que o tucano ultrapassava o presidente Jair Bolsonaro na taxa de rejeição, somando 63%. Bolsonaro acumulou 60% nessa sondagem.

A insistência do ex-governador em se manter na disputa, no entanto, converteu-se em um entrave para definição do nome da terceira via. A possibilidade de judicialização do processo chegou a ser especulada pela equipe de Doria, que ameaçou ir à justiça eleitoral sob o argumento de escolha do tucano nas prévias do partido.

Ao anunciar sua desistência, Doria disse reconhecer que não era o nome escolhido pela cúpula do PSDB. “Hoje, neste 23 de maio, serenamente entendo que não sou a escolha da cúpula do PSDB.  Aceito esta realidade com a cabeça erguida”, disse na ocasião. Ele também afirmou estar “de coração ferido, mas alma leve.”

Ainda em seu discurso, Doria ndicou que se recusaria a, eventualmente, ocupar o lugar de vice em uma chapa com a senadora.

Leia a íntegra da nota:

“Doria nunca foi adversário. Sempre foi aliado.

Sua contribuição com a luta pela vacina jamais será esquecida.

Vamos conversar e receber suas sugestões para nosso programa de governo.

O Brasil é maior do que qualquer projeto individual.

Vamos trabalhar para unir todo o centro democrático.

Gostaria muito de ter o PSDB e o Cidadania junto conosco.

Vamos aguardar a decisão das direções partidárias.

Vamos continuar nossa Caminhada da Esperança.

Vamos unir o país e tratar de sua reconstrução moral, institucional e política.

O povo tem pressa e precisamos semear esperança”.

Senadora Simone Tebet

Pré-Candidata à Presidência da República – MDB

 

  • Congresso Em Foco