Bombeiros, moradores e voluntários trabalham no local do deslizamento no Morro da Oficina, após a chuva que castigou Petrópolis, na região serrana fluminense

O Corpo de Bombeiros localizou, na manhã desta quinta-feira (2), mais duas vítimas dos temporais em Pernambuco. Os resgates foram realizados na Vila dos Milagres e no Curado, na zona sul de Recife.

A corporação já havia localizado outros cinco corpos de vítimas na quarta-feira (1º), nas cidades de Limoeiro, Jabotão e a capital Recife. Duas pessoas seguem desaparecidas.

Com o total de 121 mortes, a tragédia já é a maior registrada no estado de Pernambuco.

Segundo as autoridades locais, duas pessoas foram encontradas na Vila dos Milagres, em Recife, duas em Jaboatão dos Guararapes – uma no Curado IV e outra que havia sido levada pela enxurrada – e a quinta vítima foi localizada na cidade de Limoeiro, no Agreste.

Após investigação social, o Instituto de Medicina Legal constatou que nove corpos que deram entrada no serviço, vindos de unidades de saúde, também eram de pessoas que morreram em consequência dos temporais registrados desde o dia 25 de maio, somando 120 mortes na tragédia.

As buscas por desaparecidos em deslizamentos continuam na Vila dos Milagres, no Curado IV e na comunidade do Areeiro, em Camaragibe, segundo informou o governo de Pernambuco.

“Uma pessoa levada pela enxurrada em Paratibe, Paulista, permanece sendo procurada por mergulhadores do Corpo de Bombeiros e da Marinha do Brasil. Já o número de desabrigados subiu para 7.312 pessoas, que estão em 66 abrigos distribuídos em 27 municípios”, disse o governo.

 

CNN