A Justiça Federal de Brasília resolveu adiar o retorno do trabalho presencial dos auditores da Receita que fazem parte do grupo de risco para a Covid-19, que aconteceria nesta segunda-feira, 6. No documento da decisão, o órgão afirma que é importante a retomada da economia, com os profissionais do sistema trabalhando presencialmente, mas que também é importante cuidar das vidas.

Na última quinta-feira, 2, a Secretaria de Saúde de Brasília chegou a recomendar a retomada do uso de máscaras de proteção em locais fechados e em locais públicos com aglomerações. No mesmo dia, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), respondeu à nota dizendo que não iria acatar e que não iria aplicar nenhuma medida de restrição na capital federal. No período de maior contágio da Covid-19 em Brasília, 11.962 pessoas morreram em decorrência a infecção pelo novo coronavírus.

 

  • Jovem Pan