Para apoiadores, presidente menciona “passagem marcante” e aproximação com Joe Biden

O presidente Jair Bolsonaro (PL) participou neste sábado (11.jun.2022) de motociata com apoiadores em Orlando, nos Estados Unidos. A concentração para o encontro começou às 9h no horário local e 10h no horário de Brasília. Em discurso, o chefe do Executivo falou sobre colher “bons frutos” de sua aproximação com o presidente norte-americano Joe Biden.

Assista (2min39s):

Nós amamos a nossa pátria e temos um profundo respeito com os Estados Unidos, um país acolhedor e de oportunidade. Cada vez mais queremos nos interagir para o melhor dos nossos povos. [Foi] uma passagem marcante pelos Estados Unidos com uma aproximação com o atual presidente, que, tenho certeza, bons frutos colheremos para todos nós”, disse para apoiadores.

É a 2ª vez que o presidente participa de uma motociata fora do Brasil. Antes, durante viagem ao Oriente Médio, Bolsonaro também fez passeio de moto em Doha, capital do Qatar.

O presidente participa das chamadas motociatas desde maio de 2021, quando aliados e apoiadores organizaram pela 1ª vez um passeio do tipo em Brasília. Os encontros também são realizados fora da capital, durante viagens de Bolsonaro para eventos oficiais.

O chefe do Executivo viajou aos Estados Unidos para participar da 9ª edição da Cúpula das Américas, evento que reúne líderes de nações da América do Norte, do Sul, Central e do Caribe a cada 3 ou 4 anos.

A data da viagem de Bolsonaro a Orlando coincide com a realização do 1º Congresso Conservador Brasileiro da Flórida. O evento é organizado pelo Yes Brazil USA, grupo que também coordenou a realização da motociata deste sábado (11.jun). Nas redes sociais, o grupo orientou que os apoiadores levassem a bandeira do Brasil para o encontro.

EUA

Na viagem aos EUA, Bolsonaro teve sua 1ª reunião com o presidente norte-americano, Joe Biden. O chefe do Executivo brasileiro afirmou que a reunião foi “melhor do que esperava” e que estava “maravilhado” com o presidente dos EUA.

“O que eu propus na reunião, ele [Biden] concordou. Se comprometeu a colaborar conosco. É assim que duas nações civilizadas fazem. Estou feliz, posso até dizer que estou maravilhado com ele”, afirmou o presidente brasileiro na 5ª feira (9.jun).

 

PODER 360