Herdeiro da família real estava internado há um mês em estado grave.

 

O príncipe Dom Luiz de Orleans e Bragança morreu, nesta sexta-feira (15), aos 84 anos.

“Cumprimos o doloroso dever de comunicar o falecimento de Sua Alteza Imperial e Real o Príncipe Dom Luiz de Orleans e Bragança, Chefe da Casa Imperial do Brasil, ocorrido hoje, dia 15 de julho de 2022, na cidade de São Paulo, aos 84 anos de idade”, anunciou o perfil oficial do “Secretariado da Casa Imperial do Brasil” no Twitter.

O chefe da Casa Imperial estava internado no Hospital Santa Catarina, em São Paulo, desde o dia 9 de junho.

No último dia 8, foi informado que seu caso era irreversível.

Nesta segunda-feira (11), um novo boletim do hospital afirmou que o quadro clínico considerado muito grave. O príncipe permanecia em cuidados paliativos, priorizando o controle de sintomas.

Quem era Dom Luiz de Orleans e Bragança

Primogênito dos 12 filhos de Pedro Henrique de Orleans e Bragança e de sua esposa, Maria da Baviera, Dom Luiz nasceu em 6 de junho de 1938, no Balneário de Mandelieu-la-Napoule, sul da França.

Sete anos após o seu nascimento, em maio de 1945, com o fim da Segunda Guerra Mundial, a família imperial voltou do exílio imposto após a Proclamação da República.

Residiram no Rio de Janeiro até que, em 1951, transferiram-se para o Paraná.

Em 1967, após se formar engenheiro químico na Alemanha, Dom Luiz se instalou em São Paulo, onde permaneceu até a data de sua morte.

Solteiro, o príncipe não teve filhos e nunca se casou.

O sucessor do posto de chefe da Casa Imperial é seu irmão, Dom Bertrand.

Casa de Orleans

A Casa de Orleans é fruto do casamento entre princesa Isabel, filha de Dom Pedro II, e o príncipe Gastão de Orleans, Conde d’Eu, membro da família real francesa.

Como Pedro II foi desposto em 15 de novembro de 1889, quando a República foi proclamada, nenhum membro da Casa chegou a reinar sobre o Brasil.

ClickPB