Pouco mais de 45% do eleitorado paraibano não terminou o ensino fundamental. Os dados são do TSE, que divulgou o perfil dos eleitores do país.

Na Paraíba, são 6,83% de eleitores analfabetos, outros 14,25%, apenas lê e escreve e outros 24,14% têm ensino fundamental incompleto, que representa o maior grupo, quando a divisão é feita pelo grau de instrução.

São apenas 8,3% com ensino superior e 21,82% com ensino médio completo (veja primeira figura abaixo).

Mulheres

As mulheres representam 53% do do eleitorado paraibano e os homens 47%.  Um novo recorte mostra ainda que o estado tem 579 eleitores e eleitores com nome social que estão aptos a votar.

A faixa etária com maior número de eleitores é a que vai de 35 a 39 anos: 326.328. Seguido daqueles que têm de 25 a 29: 322.534. No total, entre dos que tem 25 a 44 anos a soma chega a 1.281.066 milhões de paraibanos.

Ainda nesse recorte, são 10.011 eleitores que têm entre 90 e 94 anos. Acima de 70 anos são no total: 349.874. Eles têm opção de não votar porque o voto é facultativo. 

Entre os que votam se quiser também estão os jovens que tem 16 e 17 anos. De acordo com o TSE, são 57.814 jovens nessa condição.

Total

A Paraíba ultrapassou os três milhões de eleitores. De acordo com TSE são 3.091.684 aptos para as eleições de 2 de outubro. Os números representam um crescimento de 7,81% em comparação com o pleito eleitoral de 2018. Os maiores colégios eleitorais são João Pessoa (559.205), Campina Grande (296.494), Santa Rita (98.394), Bayeux (73.291) e  Patos (66.980).

 

Jornal da Paraíba