O presidente Jair Bolsonaro (PL) fechou nesta 3ª feira (19.jul.2022) a sua chapa de apoio para as eleições no Distrito Federal com o governador Ibaneis Rocha (MDB) na disputa pela reeleição, a ex-ministra e deputada Flávia Arruda (PL) ao Senado e o ex-governador José Roberto Arruda (PL) à Câmara dos Deputados. A ex-ministra Damares Alves (Republicanos) desistiu de concorrer ao Senado e ainda definirá sua candidatura.

Saímos com uma aliança consolidada dependendo de pequenos ajustes que serão feitos no decorrer da semana […] Eu candidato a governador, a Flávia candidata a senadora”, disse Ibaneis em entrevista a jornalistas no Planalto. Segundo o governador, a decisão conjunta atendeu a um pedido de Bolsonaro por “unificação”.

Devemos também agradecer a um recuo estratégico e muito bem pensado do governador Arruda, que está elegível e que se coloca na condição de deputado federal. A ministra Damares vai conversar com seu partido ainda sobre que cargo vai concorrer ou se vai concorrer”, declarou.

Ibaneis foi chamado ao Planalto de última hora pelo chefe de gabinete da Presidência nesta 3ª feira. Ele  chegou 1h depois de José R. Arruda também chegar ao Palácio para reunião com o chefe do Executivo. A ex-ministra Damares Alves também participou da discussão, mas não conversou com jornalistas na saída.

Na semana passada, Ibaneis havia anunciado que comporia chapa com Damares. No domingo (17.jul), Bolsonaro afirmou ter sido “surpreendido” pelo anúncio.

A ex-ministra Flávia Arruda declarou que sempre manteve o diálogo com Damares e que a pastora fez um “recuo” importante. “Fomos ministras juntas, somos parceiras de trabalho, nos conhecemos, nos respeitamos e não disputamos o mesmo cargo até mesmo para não dividir a base do presidente Bolsonaro”, declarou.

José Arruda afirmou que está “voltando à vida pública com muita humildade” e, por isso, decidiu disputar a uma cadeira na Câmara dos Deputados. “O presidente Bolsonaro, de uma forma muito elegante, considerou que a unificação no nosso campo político seria importante e dentro dessa linha o governador Ibaneis se comprometeu a apoiar o presidente em Brasília”, disse Arruda.

Pesquisa Quaest realizada de 11 a 14 de julho de 2022 indicou empate técnico entre Ibaneis Rocha (MDB) e José Roberto Arruda (PL) nas eleições para o governo do Distrito Federal no 1° turno. O atual governador tem 28% das intenções de voto contra 25% do ex-governador.

Na sequência, também empatados, estão Reguffe (União Brasil), com 11%, e Leila do Vôlei (PDT), que marca 9%. Izalci (PSDB) tem 5%, Leandro Grass (PV), 4%, Rafael Parente (PSB), 2%, e Keka Bagno (Psol), 1%.

O levantamento ouviu 1.500 pessoas de 11 a 14 de julho de 2022. A margem de erro é de 2,5 pontos percentuais para mais ou para menos em um intervalo de confiança de 95%. A pesquisa foi contratada pelo jornal Correio Braziliense por R$ 147.500,00. O registro da pesquisa no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é DF-08227/2022 e BR-04749/2022.

Poder 360