Quase 700 imigrantes foram resgatados neste sábado (23) na costa sul da Itália, incluindo cinco mortos, informou a guarda-costeira neste domingo (24) em um comunicado, conforme o fluxo de migrantes que cruzam o Mediterrâneo aumenta com condições de navegação mais favoráveis.

De 674 migrantes, a maioria foi encontrada em um barco de pesca a cerca de 200 quilômetros da costa da Calábria, a “bota” da Itália. Outros foram resgatados na água. Trata-se de apenas uma das ações de resgate nos últimos dias. Imigrantes em botes também foram resgatados neste sábado.

As operações de busca e resgate foram realizadas por um navio mercante, pela guarda-costeira e pela polícia financeira da Itália.

Os imigrantes foram transferidos para cidades portuárias na Sicília e na Calábria na manhã deste domingo, segundo o comunicado. Os cinco cadáveres foram levados para o necrotério do hospital da cidade siciliana de Messina.

Mais de 34 mil requerentes de asilo e imigrantes desembarcaram na Itália desde o início do ano, acima dos 25,5 mil registrados no mesmo período do ano passado, segundo dados do Ministério do Interior italiano.

 

R7