PF cumpre mandados de prisão contra suspeitos de praticar fraudes contra o INSS no Maranhão ?- Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal (PF) cumpriu, nesta sexta-feira (29), dois mandados de prisão na operação ‘Ad Aeternum’, em combate a fraudes contra o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Paço do Lumiar, cidade localizada na Região Metropolitana de São Luís.

De acordo com a PF, em apenas sete benefícios ilegais, os suspeitos causaram prejuízos aos cofres públicos de R$ 860 mil. Durante a operação, foram apreendidos documentos que eram usados nos golpes.

Os suspeitos vinham sendo monitorados desde 2020. Segundo a PF, eles falsificavam documentos públicos para fins de concessão e manutenção dos benefícios de amparo ao idoso social. E os titulares, eram pessoas fictícias.

Há previsão de que o prejuízo tenha sido maior aos cofres públicos. Entretanto, a PF segue investigando o caso para descobrir outros envolvidos.

Os presos serão investigados pelos crimes de estelionato qualificado, previsto no artigo 171 do Código Penal, cuja as penas de reclusão variam de dois anos e quatro meses, até seis anos e seis meses.

G1