O casal de envangélicos envolvidos em um grave acidente na manhã desta segunda-feira (01), na Rodovia PB-073, trecho que liga os municípios de Guarabira e Pirpirituba, na Paraíba, não resistiram aos ferimentos e morreram.

O carro envolvido na colisão com uma árvore era dirigido pelo pastor José Miguel, de aproximadamente 70 anos, da Congregação “Só o Senhor é Paz”, localizada no Bairro Novo, em Guarabira. Ele estava na companhia da esposa, a senhora Ana Lúcia, de aproximandamente 60 anos.

O casal retornava da cidade de Pirpirituba quando na localidade conhecida como “Curva da Freira”, o pastor perdeu o controle do carro e colidiu com uma árvore. Com o forte impacto, o automóvel ficou parcialmente destruído e os ocupantes ficaram presos às ferragens com ferimentos pelo corpo.

Carro envolvido no acidente – Foto: Reprodução/ Redes Sociais

O RESGATE

Uma ambulância do Corpo de Bombeiros foi acionada para realizar o resgate das vítimas. Segundo informações, o pastor José Miguel estava inconsciente enquanto que sua esposa Ana Lúcia permanecia consciente porém, desorientada e com cortes profundos pelo corpo.

Eles foram retirados do veículo e colocados na ambulância de Suporte Avançado de Vida do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (USA-SAMU) para atendimentos médicos.

AS VÍTIMAS

O pastor José Miguel recebeu os atendimentos necessários ainda no local do acidente. Segundo o enfermeiro do Samu, o paciente entrou em parada cardiorespiratória, sendo iniciado os protocolos de reanimação por mais de trinta minutos mas, sem êxito, devido a uma hemorragia interna ocasionada por causa do trauma de grande impacto sofrido na colisão.

A esposa Ana Lúcia foi socorrida para o Hospital Regional de Guarabira onde recebeu os tratamentos médicos mas, antes de ser encaminhada para o Hospital de Trauma em João Pessoa veio a óbito.

A UNIÃO ESTÁVEL

José Miguel e Ana Lúcia moravam no Bairro Novo em Guarabira. O pastor era natural de São Paulo mas, veio morar em Guarabira, conheceu Ana Lúcia e a partir daí se aproximaram no trabalho da obra de Deus.

Eles haviam se casado no último sábado, dia 30, e estavam organizando uma festa de comemoração com os amigos, familiares e irmãos da congregação.

Eles estavam felizes com a união estável e juntos haviam planejados a realização de grandes sonhos como por exemplo, abrir uma filial da congregação no município de Pirpirituba com o objetivo de expandir ainda mais o evangelho.

O VELÓRIO E SEPUTAMENTO

A nossa redação não conseguiu contato com familiares das vítimas, nem com membros da congregação para informar sobre velório e sepultamento do casal. Estamos disponibilziando de contato para mais informações: redacaofontepb@gmail.com

 

Via FontePB