Navio Sacura deixou a Ucrânia transportando soja com destino a Itália

Desde que a Ucrânia reabriu seus portos na semana passada, já partiram do país 10 navios com grãos para exportação. Nesta 2ª feira (8.ago.2022), duas embarcações, transportando milho e soja, deixaram o país.

O navio Sacura, que partiu de Pivdennyi, está levando 11.000 toneladas de soja para a Itália. Já o Arizona, que deixou Chornomorsk, está transportando 48.458 toneladas de milho para Iskenderun, na Turquia.

Rússia, Nações Unidas, Turquia e Ucrânia assinaram um acordo em 22 de julho para reabrir os portos ucranianos a fim de liberar o escoamento de grãos ucranianos pelo Mar Negro. Desde que a guerra começou em 24 de fevereiro, mais de 20 milhões de toneladas de grãos ucranianos foram bloqueados pelas forças russas. 

Segundo a Reuters, cerca de 243 mil toneladas de milho saíram da Ucrânia desde que os portos reabriram. Outras 11.000 toneladas de soja, 6.000 toneladas de óleo de girassol e 45.000 toneladas de farelo de girassol deixaram o país nesse intervalo. 

“O porto marítimo de Pivdennyi já faz parte da Iniciativa de Grãos do Mar Negro. Hoje o Sacura saiu do porto, depois, mais tarde, o Arizona, que, por sua vez, saiu do porto de Chornomorsk juntou-se a ele. São quase 60 mil toneladas de carga a bordo. Continuemos trabalhando!”, escreveu o ministro da Infraestrutura da Ucrânia, Oleksandr Kubrakov, em seu perfil nas redes sociais. 

O Polarnet, que partiu da Ucrânia na última 6ª feira (5.ago.2022), chegou ao seu destino final em Derince, na Turquia, nesta 2ª feira (8.ago). A chegada dele marca o 1º embarque realizado por um navio ucraniano desde que as exportações foram retomadas. A informação foi celebrada por Kubrakov no Twitter. 

“O Polarnet chegou ao porto de Türkiye! Outros navios chegarão aos portos de destino nos próximos dias. É um sinal de mercado positivo para o mundo e um exemplo perfeito de como a Iniciativa de Grãos do Mar Negro funciona devido ao apoio das Nações Unidas e Turquia”, disse.