Fachada do edifício sede do Superior Tribunal de Justiça (STJ)

STJ (Superior Tribunal de Justiça) definiu nesta 3ª feira (9.ago.2022), em votação secreta, os nomes dos indicados para a 1ª composição do TRF-6 (Tribunal Regional Federal da 6ª Região). A Corte ficará em Belo Horizonte (MG). Haverá uma solenidade no dia 19 para a instalação do novo tribunal.

O TRF-6 terá 18 vagas. Uma delas já estava definida: Mônica Sifuentes solicitou sua remoção do TRF-1 para integrar os quadros da nova Corte.

As demais vagas serão preenchidas por 13 juízes federais da 1ª Região, por meio de promoção (7 pelo critério de antiguidade e 6 por merecimento). Os demais postos contarão com 2 advogados e 2 integrantes do MPF (Ministério Público Federal).

O presidente Jair Bolsonaro (PL) escolherá a partir das listas formadas pelo STJ. Nomeará os juízes que devem ser promovidos pelo critério de merecimento e os representantes da advocacia e do MPF. O chefe do Executivo não palpita, no entanto, quanto aos magistrados promovidos por antiguidade. Ainda assim, deve nomeá-los para que assumam os novos cargos.

Eis os 7 juízes escolhidos pelo critério de antiguidade (nomes já estão definidos, mas Bolsonaro precisa nomear):

  1. Derivaldo de Figueiredo Bezerra Filho;
  2. Evandro Reimão dos Reis;
  3. Lincoln Rodrigues de Faria;
  4. Marcelo Dolzany da Costa;
  5. Ricardo Machado Rabelo;
  6. Rubens Rollo D’Oliveira;
  7. Vallisney de Souza Oliveira.

Eis os juízes indicados por merecimento (Bolsonaro deve escolher 6 nomes): 

  1. Gláucio Ferreira Maciel Gonçalves;
  2. Klaus Kuschel;
  3. André Prado de Vasconcelos;
  4. Simone dos Santos Lemos Fernandes;
  5. Vânila Cardoso André de Moraes;
  6. Luciana Pinheiro Costa;
  7. Pedro Felipe de Oliveira Santos;
  8. Miguel Angelo de Alvarenga Lopes.

Eis a 1ª lista de indicados da advocacia (Bolsonaro deve escolher 2 nomes no total entre os integrantes da advocacia):

  1. Flávio Boson Gambog;
  2. Alessandra Machado Brandão Teixeira;
  3. Cláudio Gonçalves Marques.

Eis 2ª lista de indicados da advocacia (Bolsonaro deve escolher 2 nomes no total entre os integrantes da advocacia): 

  1. Gregore Moreira de Moura;
  2. Luciana Diniz Nepomuceno;
  3. Vera Lúcia Kátia Sabino Gomes.

Eis a 1ª lista de indicados do MPF (Bolsonaro deve escolher 2 nomes no total entre os integrantes do MPF): 

  1. Álvaro Ricardo de Souza Cruz;
  2. Patrick Salgado Martins;
  3. José Adércio Leite Sampaio.

Eis a 2ª lista de indicados do MPF (Bolsonaro deve escolher 2 nomes no total entre os integrantes do MPF): 

  1. Edilson Vitorelli Diniz Lima;
  2. Álvaro Ricardo de Souza Cruz;
  3. José Raimundo Leite Filho.

 

Poder 360