Foto: WSCOM

A menina Bárbara Victória, 10 anos, foi asfixiada e estuprada. O material genético de Paulo Sérgio de Oliveira, principal suspeito do assassinato da menina, foi encontrado no corpo da vítima, de acordo com informações repassadas nessa quarta-feira (10) pelo chefe da Polícia Civil, Joaquim Francisco Neto e Silva, e o delegado Fábio Moraes Werneck, responsável pela investigação, que deram entrevista coletiva à imprensa. As informações são do portal Metrópoles.

Paulo foi encontrado morto na casa de uma tia poucos dias depois de o corpo da menina ser encontrado. De acordo com o delegado Werneck, o suspeito era próximo da família de Bárbara. O inquérito que investiga o crime ainda não foi concluído.

“Na sexta-feira, dia 29, o Paulo prestou serviços básicos de elétrica na casa dos pais da menina. A vítima estava no momento, mas segundo a mãe eles não chegaram a conversar, não ficaram sozinhos. Cinco anos atrás aproximadamente, a família da Bárbara, inclusive ela, morava perto da casa do Paulo. Esse imóvel pertence a familiares do Paulo”, explicou.

WSCOM