Operação Gaeco CGU Polícia Civil (Foto: Walla Santos)

Equipes do Grupo de Atuação Especial Contra Crime Organizado (GAECO), policiais civis da Delegacia Especializada de Repressão ao Crime Organizado (DRACO) e Controladoria Geral da União (CGU) desencadearam, em ação conjunta na manhã desta terça-feira (23), a Operação Apátia. Três equipes do GAECO, duas equipes da CGU e duas equipes da Polícia Civil cumprem os mandados judiciais de busca e apreensão, em endereços do investigado, nos municípios de Sobrado e Sapé, na Paraíba.

A operação investiga uma possível ocorrência de usurpação de função pública no âmbito da Secretaria de Finanças de Sapé, por meio da nomeação de servidor público, em janeiro de 2021, pelo Prefeito de Sapé, para exercer o cargo comissionado de Secretário de Finanças, mesmo tendo sido condenado por ação de improbidade administrativa, com o nome inserido no Cadastro de Pessoas Inidôneas do CNJ e ter as contas reprovadas pelo Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) quando então presidente da Câmara Municipal de Sobrado.

Após recomendação do Ministério Público da Paraíba, o servidor foi exonerado em maio de 2021. As investigações apontam que ele continuava a exercer as funções como secretário por meio de manobras ilegais envolvendo outros agentes públicos, caracterizando crimes previstos de usurpação de função pública, desobediência a decisão judicial, fraude processual e inserção de dados falsos em sistema de informações.

 

ClickPB