Reprodução

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) encerrou, às 20h30 (horário de Brasília) deste domingo, 28 de agosto, a aplicação regular do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2022. Os participantes com direito a tempo adicional poderão finalizar a prova após esse horário. O Inep aplicou o exame em todos os estados e no Distrito Federal, para mais de 1,6 milhão de inscritos. Desse total, 308.648 buscam a certificação para o ensino fundamental e 1.374.882, para o ensino médio.

Para o fundamental, foram verificados os conhecimentos em ciências naturais; matemática; língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física, história e geografia. A redação teve como tema “O papel da tradição oral na preservação da cultura no Brasil”. Já no caso do ensino médio, os participantes foram avaliados em ciências da natureza e suas tecnologias; matemática e suas tecnologias; linguagens, códigos e suas tecnologias; bem como em ciências humanas e suas tecnologias. O tema de redação para esse nível de certificação foi “Desafios da indústria da moda para a preservação do meio ambiente”.

Reaplicação – O Inep receberá os pedidos de reaplicação do Encceja 2022 até a próxima sexta-feira, 2 de setembro. A oportunidade é voltada apenas aos participantes que tiveram problemas logísticos neste domingo (28) ou que apresentaram sintomas de doenças infectocontagiosas na véspera da aplicação, conforme prevê o edital. As solicitações devem ser feitas por meio do Sistema Encceja. É preciso inserir, obrigatoriamente, um documento legível que comprove o motivo da ausência.

Justificativa de ausência – Quem faltou à aplicação das provas de todas as áreas do conhecimento em que se inscreveu – por motivos que não constam no edital – não poderá solicitar a reaplicação e deverá justificar a ausência, caso pretenda fazer a próxima edição do exame. O prazo para esse procedimento será divulgado no edital do Encceja 2023, bem como o valor a ser ressarcido ao Inep, caso o participante não justifique a falta.

Encceja – A participação é voluntária, gratuita e destinada a jovens e adultos que não concluíram seus estudos na idade apropriada para cada etapa de ensino, desde que tenham, no mínimo, 15 anos completos para o ensino fundamental e, no mínimo, 18 anos completos no caso do ensino médio, na data de realização do exame. As provas obedecem aos requisitos básicos estabelecidos pela legislação para os níveis educacionais, avaliando competências, habilidades e saberes adquiridos no processo escolar ou extraescolar.

 

GovBR