Em agosto, combustível passou a ser vendido a R$ 7,88 por litro

A Petrobras vai reduzir os preços da gasolina de aviação em 15,7% na venda para as distribuidoras, afirmou a estatal nesta 2ª feira (29.ago.2022). O reajuste será implementado nas refinarias na próxima 5ª feira (1º.set).

Esta é a 2ª redução seguida no ano. No início de agosto, a Petrobras já havia anunciado corte de 5,7%, quando o combustível passou a ser vendido a R$ 7,88 por litro.

Segundo a estatal, os preços da gasolina de aviação são definidos mensalmente, com fórmula de reajuste definida em contrato com as distribuidoras. “Buscam equilíbrio com o mercado e acompanham as variações do valor do produto e da taxa de câmbio, para cima e para baixo”, declarou.

Na última 6ª feira (26.ago), a Petrobras anunciou a redução de 10,4% no preço do querosene de aviação nas refinarias, também a partir de 1º de setembro.

A Petrobras adota a política de preços de paridade de importação, o chamado PPI. Os reajustes refletem o preço do barril de petróleo e a cotação do dólar.

29.ago.2022 (18h24) – O post mostrava a foto de um jato executivo, que não utiliza a gasolina de aviação, mas querosene de aviação. A foto foi trocada por uma aeronave de pequeno porte, que usa o combustível mencionado no texto.

PODER 360