(Foto: Imagem ilustrativa / Secom-JP)

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou, nesta quinta-feira (8), nota técnica sobre a ampliação da faixa etária para duas vacinas, a meningocócica ACWY (Conjugada) e a do HPV4, que passará a ser aplicada no público masculino.

Com a mudança, adolescentes entre 11 e 14 anos passam a tomar a vacina para a prevenção de meningites dos grupos ACWY (de forma temporária) e meninos de 9 a 14 anos de idade podem tomara a vacina contra o papilomavírus humano (HPV4).

A vacina meningocócica ACWY (conjugada) encontra-se disponível no Calendário Nacional de Vacinação, tendo como indicação administrar uma dose ou um reforço, e foi implantada na rotina de vacinação dos adolescentes em 2020.

Devido à baixa cobertura vacinal, o Ministério da Saúde passa a recomendar o uso temporário da vacina meningocócica ACWY (Conjugada) até junho de 2023 para adolescentes de 13 e 14 anos de idade.

Já em relação à vacina HPV4 – o Papilomavírus Humano (HPV), o imunizante já é aplicado em meninas e adolescentes do sexo feminino, entre 9 e 14 anos de idade; meninos e adolescentes do sexo masculino entre 11 e 14 anos de idade e para grupos com condições clínicas especiais até os 45 anos (vivendo com HIV/AIDS, transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea e pacientes oncológicos).

Estimativa

De acordo com levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no qual se baseia a distribuição das vacinas em todo os País, só na Paraíba 144.621 crianças e adolescentes devem tomar a vacina meningocócica ACWY (Conjugada) e 213.388 estão aptos a serem vacinados contra o HPV.

 

Portal Correio