Foto: Divulgação/Botafogo-PB

A diretoria do Botafogo da Paraíba voltou a estabelecer um novo prazo para anunciar a contratação da comissão técnica e do gerente de futebol. O presidente do clube alvinegro, Alexandre Cavalcanti, afirmou nesta quarta-feira (14) que os contatos continuam sendo mantidos, mas ainda não foram definidos os detalhes para o acerto de contratos.

Segundo ele, além da contratação de um treinador para comandar o elenco, o Botafogo tem pressa também para confirmar a contratação do gerente de futebol.

“A gente tem conversado com alguns treinadores. Não chegamos a falar valores, temos avaliado, mas estamos na fase de encontrar alguém que se adéque a nosso projeto. Como não vamos mais jogar este ano, devemos divulgar esses nomes nos próximos 15 dias”.

Como a Confederação Brasileira de Futebol não vai oficializar a realização da Pré-Copa do Nordeste, para esta temporada, o Botafogo ganha mais tempo para montar a nova comissão técnica e sua direção de futebol. “Como não haverá mais competição este ano, pois a CBF já sinalizou que só para 2023”.

Com isso, apenas o Botafogo não anunciou a comissão técnica, entre os clubes considerados tradicionais do futebol paraibano. Existe uma grande expectativa dos torcedores botafoguenses com relação aos nomes que devem substituir o treinador Itamar Schülle, que foi dispensado logo após a desclassificação na Série C e do gerente de futebol Francisco Sales que também deixou o clube da Maravilha do Contorno.

A ansiedade dos botafoguenses tem como base as divulgações de treinadores dos clubes adversários, Treze, Campinense e Sousa que partiram na frente anunciando seus técnicos e diretores de futebol e começam montar seus elencos para a próxima temporada. O Treze será comandado por William de Mattia. O Campinense renovou o contrato de Flávio Araújo e Sousa anunciou Givanildo Sales.

 

Portal Correio