O candidato André Barros (PSB), que busca uma vaga na Câmara dos Deputados, representou contra o Facebook no TRE-RJ após o Facebook vetar postagens impulsionadas relacionadas à maconha.

Os advogados de André pedem que o Facebook seja obrigado a acolher os pedidos de impulsionamento, já que não cabe à empresa ser moderadora da propaganda eleitoral, função da Justiça Eleitoral.

Barros é representado pelos advogados Paulo Henrique Teles Fagundes e Evelyn Melo Silva.

 

O GLOBO