O ex-governador Ricardo Coutinho (PT) ‘desistiu’ de se autodeclarar pardo nas eleições deste ano e pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a alteração para ser registrado como “branco” na justiça eleitoral.

Nas eleições de 2020 e 2014, Coutinho se declarou branco e agora nesse pleito havia se declarado pardo. A informação consta no site DivulgaCand.

Os advogados de Coutinho enviaram um documento à Justiça Eleitoral informando que na verdade, o candidato de autodeclara como “branco”, assim como fez em todas as eleições anteriores da qual participou e, dessa forma, requer que a secretaria judiciária proceda à alteração da raça/cor informada em seus dados pessoais.

A mudança no registro da cor impacta no financiamento da campanha, bem como a entrega de recursos públicos para os partidos.

 

MÔNICA MELO/Click