Prédio do Pentágono, sede do Departamento de Defesa dos EUA

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos anunciou o envio de US$ 725 milhões (R$ 3,86 bilhões na cotação atual) à Ucrânia. O valor corresponde a armas e outras assistências militares que serão enviadas pelo país norte-americano.

Esta é a 23ª autorização do governo do presidente Joe Biden para a retirada de equipamentos do estoque do departamento para enviar ao país desde agosto de 2021. Em comunicado, a Casa Branca afirmou que os EUA continuarão “a trabalhar com aliados e parceiros para garantir que a Ucrânia tenha o apoio que precisa” na guerra contra a Rússia.

O novo pacote inclui mais munições HIMARS (Sistemas de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade). Segundo o Departamento de Defesa, o envio eleva o valor total de assistência dos EUA à Ucrânia para US$ 18,2 bilhões desde o início do governo Biden.

Em seu perfil no Twitter, o secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, disse que “enquanto os defensores da Ucrânia empurram as forças da Rússia para trás, os Estados Unidos se levantam”.

“Os russos lançaram centenas de foguetes nas principais cidades ucranianas. As forças ucranianas tiveram algum sucesso em derrubá-los, mas precisam de mais capacidades de defesa aérea”, disse o Departamento em outro comunicado. Segundo um funcionário de alto escalão do órgão, “esses ataques são contra as leis internacionais de guerra”.

Para  atender aos crescentes requisitos do campo de batalha da Ucrânia, os Estados Unidos continuarão a trabalhar com seus aliados e parceiros para fornecer ao país capacidades-chave de defesa”, afirmou o Departamento.

Eis a relação dos itens inclusos no pacote:

  • munição adicional para HIMARS (Sistemas de Foguetes de Artilharia de Alta Mobilidade);
  • 23.000 munições de artilharia de 155 mm;
  • 500 tiros de artilharia de 155 mm guiados com precisão;
  • 5.000 cartuchos de 155 mm de RAAM (Sistemas Remotos de Mina anti-blindagem);
  • 5.000 armas antitanque;
  • HARMs (mísseis anti-radiação de alta velocidade);
  • mais de 200 HMMWVs (Veículo Multifuncional Sobre rodas de Alta Mobilidade, em tradução livre);
  • armas leves e mais de 2.000.000 cartuchos de munição; e
  • suprimentos médicos.