O Conselho Curador do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) autorizou nesta 3ª feira (18.out.2022) o uso da previsão de recursos que o trabalhador terá no Fundo caso continue empregado para o financiamento habitacional.

A ideia é fazer com que a previsão de receita entre no cálculo de renda das pessoas que tentam comprar a casa própria, e que estes valores fiquem bloqueados para o pagamento do empréstimo habitacional.

O objetivo é acelerar as contratações do programa Casa Verde e Amarela, criado por Jair Bolsonaro, que disputa a reeleição com Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A média de renda das famílias contempladas pelo programa é de R$ 2.000. Elas costumam comprometer 22% dessa renda e assumem uma prestação de R$ 440. Com a mudança no fundo, poderiam assumir uma prestação de R$ 600, considerando a contribuição de 8% para o FGTS (de R$ 160).

Essa é mais uma medida que libera recursos para eleitores mais pobres. A expectativa do governo é que isso possa melhorar a aprovação do presidente.

Assista à reunião com o Conselho:

PODER 360