O valor já pode compor parte significativa da meta orçamentária do Flamengo para o item premiação, que neste ano é de pelo menos R$ 130,2 milhões. (Foto: Reprodução)

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) — Campeão da Copa do Brasil 2022, o Flamengo atingiu a marca de R$ 76,8 milhões em cotas de participação pela campanha ao longo da competição. A premiação foi atingida após a vitória nos pênaltis sobre o Corinthians, na noite desta quarta-feira (19), no Maracanã.

Com o título, o time rubro-negro faturou R$ 60 milhões de premiação. O Corinthians, vice-campeão, ficou com R$ 20 milhões, considerando apenas a cota da decisão. Ao todo, o clube paulista embolsa R$ 41,8 milhões.

Independentemente do título, o desempenho do Flamengo na Copa do Brasil já tinha superado as premissas básicas do orçamento. O clube estimou que chegaria ao menos às semifinais.

Os R$ 76,8 milhões na conta do Flamengo foram somados a partir da terceira fase da Copa do Brasil, que é quando entram no torneio os times que disputam a Libertadores. O valor já pode compor parte significativa da meta orçamentária do Flamengo para o item premiação, que neste ano é de pelo menos R$ 130,2 milhões.

A edição 2022 da Copa do Brasil encerrou um ciclo contratual de direitos de transmissão iniciado em 2018. Com o acordo firmado com a Globo vigente a partir de 2018, a CBF conseguiu impulsionar os valores distribuídos a cada fase da competição. Neste ano, o valor máximo a ser fatiado aos clubes bateu R$ 350 milhões.

Para o próximo ciclo, a CBF já firmou novo contrato com a Globo. A quantia paga pela emissora pode chegar a R$ 600 milhões por temporada.

Além do título e do dinheiro embolsado, a conquista da Copa do Brasil também dá ao campeão a certeza da presença na fase de grupos da Libertadores do ano que vem. Ou seja, a garantia de mais receitas – em dólar, inclusive -para a próxima temporada.

 

IGOR SIQUEIRA/FOLHAPRESS