A deputada estadual reeleita Camila Toscano (PSDB), disse que não será mais de oposição a partir de janeiro de 2023. A tucana que obteve mais de 32 mil votos e vai para o terceiro mandato afirmou que deixará a oposição para ser governo e reforçou a neutralidade seguida por seu candidato ao Governo da Paraíba, Pedro Cunha Lima, acerca do voto para presidente da República.

Em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta sexta-feira (21), a tucana disse que seu candidato vencendo as eleições, o cenário lhe coloca como situação e não oposição mais. “Não serei mais oposição, pois Pedro vai ganhar e estarei ajudando e fazendo muito mais. Tenho convicção que a partir de janeiro estarei com o governo”, disse.

Ao ser questionada sobre a chance de disputar a presidência da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Toscano disse que o momento é de focar da disputa pelo Palácio da Redenção. “Quem não sonha com isso, todo deputado deseja isso. Após o segundo turno a questão da Assembleia será debatida no momento oportuno”, disse.
 

ClickPB