Reprodução

O cantor, compositor e ator pernambucano Jr. Black morreu, aos 46 anos, na noite de sábado (22), no Recife, após sofrer uma parada cardíaca.

A informação foi divulgada pelo cineasta Kleber Mendonça, que dirigiu “Bacurau”, em que o artista deu vida ao personagem DJ Urso.

O diretor escreveu: “Jr. Black faleceu, como eu amo esse cara. O Brasil precisa de mais compositores, cantores, atores, poetas como Jr. O Brasil não pode perder almas que constroem e com senso de humor sem igual como o de Black. Que orgulho de ele ter ajudado a fazer ‘Bacurau'”.

Segundo a “Filha de Pernambuco”, Jr. estava hospitalizado desde a semana passada devido a um pico de glicose.

O velório aconteceu na manhã deste domingo (23), no cemitério de Santo Amaro. O enterro está marcado para às 15h.

JR Black nasceu em 22 de janeiro de 1976 em Garanhuns (PE). O músico começou a carreira em 2001, como vocalista da banda Negroove. Em 2o08, iniciou carreira solo. Foi finalista do Prêmio Natura Musical em 2016, e estabeleceu parcerias com artistas como China, Mombojó, DJ Dolores, Bruno Lins e Dado Villa-Lobos.

Além de “Bacurau”, também participou em cena ou emprestado a voz para produções como “Recife frio” “Paraísos artificiais”, “Tatuagem e “Fim de festa”.

Sua última apresentação em São Paulo foi em julho deste ano, na Mostra Reverbo.

Ele deixa o filho Francisco, de 13 anos.

 

O GLOBO