Papa Francisco recebeu uma camisa do Grêmio de Dom Cleocir Bonetti (centro) e padre Antônio Hoffmeister (direita). (Foto: Servizio Fotografico - L´Osservatore Romano / Divulgação)

O Papa Francisco recebeu na última sexta-feira (28) no Vaticano, na Itália, uma camiseta do Grêmio FBPA. O pontífice é grande fã de futebol e torcedor do time argentino San Lorenzo. O presente tricolor foi articulado por religiosos do Rio Grande do Sul.

De acordo com o padre Antônio Hoffmeister, que trabalha no Vaticano e estava no momento da entrega, a camisa foi levada à Itália pelo Dom Adilson Pedro Busin, bispo auxiliar de Porto Alegre, que é capelão do Grêmio e esteve no Vaticano no início de outubro.

O padre, que é de Porto Alegre, contou à reportagem do g1 que trabalhava com Dom Adilson na capelania do time de futebol. “Eu era pároco em Alvorada e rezava missas, uma vez por mês, na capela do Grêmio, na capela da Arena.”

“Dom Adilson veio aqui no início de outubro e me trouxe a camisa do Grêmio com o nome do Papa Francisco, pedindo que eu entregasse pra ele. Mas claro, tinha que ter uma oportunidade pra ter essa entrega.”

A chance surgiu com a visita do bispo de Caçador (SC), Dom Cleocir Bonetti, também torcedor do Grêmio.

“Quando vieram os bispos de Santa Catarina, no final de outubro, eu pedi para o bispo de Caçador, que é o Dom Cleocir Bonetti, que é gaúcho e gremista: ‘quando o senhor for cumprimentar o papa vamos entregar a camisa que o Dom Adilson mandou?’ e o Dom Cleocir, claro, topou”, afirmou o padre.

O clube compartilhou nas redes o registro do momento da entrega da camisa. “O Papa Francisco recebeu a camisa mais bonita do mundo com o seu nome às costas. Nada mais justo do que o manto sagrado chegar às mãos de Vossa Santidade.”

 

g1