(Foto: Reprodução/Redes sociais)

Nikolas Ferreira, o deputado federal mais votado do Brasil e de Minas Gerais nas eleições de outubro, perdeu suas contas nas redes sociais Twitter e Instagram na noite desta sexta-feira, 4. As suspensões aconteceram por medida judicial após o deputado divulgar conteúdos em que alegava fraude no sistema eleitoral. Nikolas repostou a live feita pelo argentino Fernando Cerimedo em que ele diz que versões anteriores ao modelo 2020 da urna eletrônica não seriam auditáveis e contabilizaram menos votos para o presidente Jair Bolsonaro (PL).  “Eu basicamente transcrevi o que o argentino disse no Twitter e provavelmente foi por isso que derrubaram minha conta, com quase 2 milhões de seguidores”, disse o deputado no Instagram pouco antes de sua conta cair. Perfis reservas também foram suspensos. As Forças Armadas assinaram a zerésima dos sistemas de totalização de votos no último domingo. O documento serve para comprovar que não há nenhum voto computado na máquina antes do início da votação. Além de Nikolas, o deputado federal por Goiás, Gustavo Gayer, também teve suas redes derrubadas.

Jovem Pan