Poder Ideias - pré candidato a presidência da república, Geraldo Alckmin, durante jantar do Poder Ideias, no restaurante Piantella. Brasilia, 16-04-18. Foto: Sérgio Lima/Poder360

Os economistas André Lara Resende e Pérsio Arida vão integrar a equipe econômica do governo de transição. Eles foram convidados pelo futuro vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB), que coordenará o grupo.

Guilherme Mello, professor de economia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), também fará parte do time que ficará responsável pelos temas econômicos do próximo governo. A informação foi publicada pelo jornal O Estado de S.Paulo e confirmada pelo Poder360.

Segundo o jornal, Lara Resende aceitou o convite. Pérsio Arida ainda não respondeu às sondagens, mas a expectativa é de que ele também participe do time.

Os 2 economistas foram responsáveis pela elaboração do Plano Real, de 1994, durante o governo de Itamar Franco. Na época, o ministro da Fazenda era o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso.

Os nomes têm aprovação do mercado financeiro, que defende uma política liberal na economia. Analistas ainda se preocupam com a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que fura o teto de gastos para pagar o Bolsa Família (atual Auxílio Brasil) e o reajuste do salário mínimo. O anúncio do texto foi feito antes da definição da equipe econômica de Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Lula ainda não anunciou quem serão os indicados para comandar os ministérios da Fazenda e do Planejamento. O ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles é um dos cotados, mas ele não foi convidado pelo petista para integrar a equipe de transição, segundo apurou o Poder360.

Pérsio Arida foi um dos economistas que apoiaram Lula nas eleições de 2022.

Lula criará um time de 50 pessoas no governo de transição. Os nomes serão indicados no DOU (Diário Oficial da União) nos próximos dias. Outros voluntários poderão também participar da equipe. Saiba aqui como funciona o governo de transição.

 

Poder 360