Lewis Hamilton recebe título de cidadão honorário brasileiro na Câmara. (Foto: Reprodução/TV Câmara)

O piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton participou nesta segunda-feira (7) de uma sessão solene para receber o título de cidadão honorário brasileiro. O inglês heptacampeão mundial está no país para a disputa do Grande Prêmio de Interlagos, que acontece neste final de semana.

“É uma grande honra receber esse título hoje. Agora, eu posso finalmente dizer que sou um de vocês. Eu amo brasil, eu sempre amei o brasil”, afirmou o piloto.

O projeto que concedeu a honraria a Hamilton foi aprovado em junho deste ano pela Câmara dos Deputados. Por se tratar de resolução, o texto não precisou ser votado no Senado e foi promulgado durante a sessão.

A proposta é de autoria do deputado federal André Figueiredo (PDT-CE). O relator da resolução foi o deputado Jhonatan de Jesus (Republicanos-RR).

Na justificativa para concessão do título, Figueiredo citou a relação próxima que o piloto mantém com o Brasil, além de uma homenagem feita por Hamilton a Ayrton Senna no GP de São Paulo em 2021.

Na ocasião, o inglês usou um capacete com as cores do Brasil e repetiu Senna ao carregar a bandeira brasileira em uma volta de consagração pelo autódromo depois de vencer a corrida.

O presidente da Câmara, Arthur Lira, homenageou Hamilton e afirmou que o piloto tornou-se um ídolo de todos os brasileiros .

“O povo brasileiro acolheu a Hamilton como ídolo e como um dos seus, enquanto o grande campeão de Fórmula 1 acolheu o Brasil como pátria de coração”, disse Lira.

Lewis Hamilton recebe título de cidadão honorário brasileiro na Câmara dos Deputados — Foto: Reprodução/TV Câmara

A embaixada britânica divulgou nota sobre a solenidade e, no comunicado, afirmou que a embaixadora do Reino Unido no Brasil, Melanie Hopkin, acompanhou de perto a tramitação do projeto no Congresso e que é uma “homenagem merecida”.

“A concessão do título de cidadão brasileiro a Sir Lewis Hamilton nos deixa muito felizes. Ele ama o Brasil, e os brasileiros o admiram não apenas como um atleta de sucesso, mas como uma pessoa que defende causas importantes e que usa sua posição para lutar por um mundo melhor e mais inclusivo”, escreveu Melanie Hopkin.

 

 g1 e TV Globo — Brasília