Elizabeth Guedes, irmã do ministro da Economia Paulo Guedes | Foto: Divulgação/ Anup

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), nomeou nesta terça-feira, 8, nove membros para o Conselho Nacional de Educação (CNE). Trata-se de um órgão vinculado ao Ministério da Educação. Entre os escolhidos estão Elizabeth Regina Guedes, irmã do ministro Paulo Guedes (Economia), e a educadora Ilona Becskehazy. Todos devem ocupar um mandato de quatro anos.

Elizabeth atua no setor privado de ensino. Já Ilona comandou durante quatro meses a secretaria de Educação Básica, em 2020. As nomeações foram publicadas no Diário Oficial da União, sendo assinadas pelo chefe do Executivo e pelo ministro Victor Godoy, da Educação.

Ilona foi nomeada para a Câmara de Educação Básica e a irmã de Guedes para a Câmara de Educação Superior. Além disso, Mauro Luiz Rabelo, secretário de Educação Básica do MEC, também foi nomeado para a mesma função.

O CNE é formado por 24 membros, que auxiliam na formulação e na avaliação da política nacional de educação do Ministério da Educação. Assim, os conselheiros são responsáveis pela execução do Plano Nacional de Educação e emitem normas e diretrizes para a área.

Revista Oeste