A Câmara dos Deputados aprovou um projeto que torna pedofilia um crime hediondo. Com isso, os criminosos não terão direito a fiança ou indulto. O texto aumenta as penas e prevê a possibilidade do criminoso ficar impedido de se aproximar de escolas ou frequentar praças e parques infantis. Também está previsto o uso de tornozeleira eletrônica e em alguns casos, a impossibilidade de saídas temporárias. A proposta agora segue para o Senado.

 

r7