O sepultamento está marcado para acontecer na terça feira (22) às 10h da manhã (Foto: Reprodução)

A empregada doméstica Maria Monteiro da Silva, de 32 anos, morreu eletrocutada ao estender roupa acidentalmente em um fio elétrico. De acordo com informações da polícia, o caso ocorreu ontem (20) no Centro da cidade Bernardino Batista, na região de Cajazeiras.

Testemunhas relataram à polícia que após lavar a roupa, a vítima colocou uma peça de roupa em um fio de energia que estaria na mesma altura dos fios do varal. Ao encostar no fio, a vítima recebeu de imediato a descarga elétrica e caiu no chão já inconsciente. Esse fio levava energia a um banheiro que fica no quintal da casa.

O delegado de polícia civil, Ilamilton Simplício, explicou que o dono da casa pode ser indiciado por homicídio culposo. “Isso serve se alerta, pois com certeza foi negligência. Não se pode passar um fio de corrente elétrica na altura de um varal de uma casa”, detalhou.

O SAMU foi acionado, mas quando chegou ao local, Maria Monteiro já estava sem vida. O corpo foi conduzido ao IPC de Cajazeiras. O sepultamento está marcado para acontecer na terça feira (22) às 10h da manhã no cemitério Nossa Senhora dos Milagres, no referido município. Maria Monteiro da Silva deixa o esposo e 3 filhos.

 

ClickPB