O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) comemorou nesta quinta-feira (24/11) a vitória do Brasil contra a Sérvia na estreia da Copa do Mundo do Catar. A partida terminou com o placar de 2 a 0. Em uma foto publicada nas redes sociais, ao lado da esposa Janja e trajando a camisa da seleção com o número 13, mesmo número de seu partido, Lula afirmou estar ‘orgulhoso de vestir a camisa verde e amarela outra vez e de assistir aos jogos da nossa Seleção. Parabéns aos nossos jogadores. Depois de 20 anos, vamos conquistar o Hexa”, escreveu.

Mais cedo, Lula estimulou que brasileiros usassem a camisa amarela e enfatizou o fato de o uniforme canarinho pertencer a todos os cidadãos e torcedores brasileiros, não apenas a grupos políticos, como bolsonaristas. “Nossa camisa tem as cores da nossa bandeira, que representa 215 milhões de brasileiros e brasileiras. Vamos torcer juntos pelo Brasil”, apontou.

Em um outro vídeo, o petista surgiu vibrando ao assistir a um dos gols e diz que o Brasil será campeão da Copa, mas elencou três times que podem ser um empecilho ao país rumo à taça.

“O Brasil vai ser campeão porque já faz 20 anos que a gente não ganha um título. A seleção está boa. Nós temos três times que podem nos atrapalhar: a Inglaterra que está muito boa, a Espanha que está bem e a França que é o último campeão do mundo. Mas eu acho que Deus vai nos ajudar dessa vez a ser campeão do mundo”, disse.
Lula acompanhou o jogo da seleção de sua casa, em São Paulo, onde permanece em repouso após ter passado por uma cirurgia nas cordas vocais no início da semana.

Já o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB), a presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann e a equipe de transição acompanharam o jogo do auditório do Centro Cultural do Banco do Brasil, em Brasília.