Vídeo: CMCG aprova voto de repúdio a Lula com apoio de membros da esquerda e ato provoca bate-boca

Na tarde de ontem (21), a Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG) aprovou, por unanimidade, Voto de Repúdio ao presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT).A iniciativa a apresentada pelo vereador Alexandre do Sindicato (União Brasil) surge contra a fala do presidente Lula quando comparou a ofensiva de Israel na Faixa de Gaza ao holocausto.

No momento em que o texto foi apreciado, os parlamentares Jó Oliveira, do PCdoB, e Napoleão Maracaja, do PT, não atentaram para, talvez, destacar a matéria e adiar a votação. Pela omissão de ambos, o texto acabou sendo aprovado por unanimidade. Quem é o atual líder da oposição é o vereador Anderson Pila. Em virtude dessa aprovação desse voto de repudio a Lula com apoio dos membros da esquerda, um bate-boca se iniciou na Casa, entre o vereador Alexandre do Sindicato (UB) e o petista Napoleão Maracajá (PT).

“Um vereador se comportando como um palhaço”, acusou Napoleão Maracajá (PT) sobre a atitude do colega Alexandre Pereira (UB), após a aprovação do voto de repúdio ao presidente Lula (PT) na Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG). “Quem não tem algo relevante para mostrar precisa de uma bandeira para esconder a sua mediocridade. Quem não tem a grandeza de exercer a função de um vereador […] Uma Casa que custa R$ 2 milhões ao povo de Campina deixa de pautar o que interessa ao povo, isso é estelionato eleitoral ”, afirmou Napoleão.

Rebate – Fazendo referência ao grupo de oposição, que não percebeu a apresentação do requerimento, Alexandre enfatizou que os colegas dormiram no ponto, pois estavam na plenária. “Mesmo com as agressões destinadas a mim, com veneno e ódio da esquerda, que fala em amor e de amor não tem nada, eu só tenho a agradecer a Deus que conseguimos fazer algo tão importante”, disse.

Na ocasião, o edil, ainda em resposta ao oponente que o definiu como “palhaço”, falou que não brincava com o mandato. “Eu apresentei um voto de repúdio, confio que Câmara Municipal que imagens não serão alteradas, eu sei de todos que estavam sentados, inclusive o representante do PT que quer justificar o injustificável de que não votou a favor porque não viu, ou não estava. Votou e votou sim, todos que estavam em plenário votaram”, completou.

Veja a sessão:

 

pb agora