Eliezer saiu endividado do BBB e lucrou com intervenções estéticas

O influenciador contou que encerrou sua participação no programa com uma dívida de R$ 300 mil

Eliezer do Carmo, 34, levou quase um ano após ter deixado o BBB 22 (Globo) para lucrar o valor equivalente ao prêmio do programa -R$ 1 milhão, à época.

Ele encerrou sua participação no programa com uma dívida de R$ 300 mil, à equipe que geria suas redes sociais durante o confinamento. “Eu tinha uma equipe de 10 pessoas e prometi 30 mil pra cada uma dessas pessoas. Tudo que eu ganhava, ia pagando para eles. No primeiro ano após o Big Brother, fiz meu primeiro milhão, mas gastei tudo”, recordou, em entrevista à Phelipe Siani, 39, no podcast CNN No Lucro.

Foram justamente as polêmicas intervenções estéticas a que se submeteu no pós-BBB que o tiraram do sufoco financeiro. “Como eu ganhava para fazer, queria fazer [uma nova] a cada três meses. Cheguei ao prêmio do Big Brother [R$ 1 milhão, à época] depois de um ano do programa. Antes do BBB, eu ganhava de R$ 20 mil a R$ 25 mil por mês, mas só meu cartão de crédito era R$ 18 mil.”

A descoberta de que seria pai, quase dois atrás, impulsionou Eliezer a reorganizar a própria vida financeira. “Minha virada de chave foi quando descobri que a Lua viria. Me dei conta de que tinha que parar de gastar. Pensei que todo o dinheiro que ganhasse dali em diante teria que ser guardado, porque precisava, como pai, como chefe de família, fazer algo para garantir que minha filha fique bem quando nós [pais dela] morrermos.”

POR FOLHAPRESS