Mulheres quase são atropeladas após discussão com motorista por aplicativo em João Pessoa

Mulheres estavam acompanhadas de bebê de três meses e criança de três anos. — Foto: Reprodução/TV Cabo Branco

Um motorista de transporte por aplicativo tentou atropelar três passageiras na noite deste domingo (26), no bairro Planalto da Boa Esperança, em João Pessoa. Quando elas desceram do carro e foram para a entrada do prédio, o motorista deu a volta no veículo e acelerou em direção a elas, que estavam com um bebê de três meses e uma criança de três anos. As mulheres conseguiram se afastar a tempo de não serem atropeladas.

De acordo com Daniel Alisson, advogado das passageiras, durante o percurso, o motorista havia assediado as mulheres e, ao chegar ao destino da corrida, ao perceber que não tinham o valor completo para pagar o deslocamento, elas pediram para que o motorista acionasse uma opção do aplicativo para que o valor fosse pago na próxima corrida. O motorista não aceitou e começou a discutir com as clientes.

As mulheres estavam voltando do Hospital de Trauma, onde tinham ido visitar um parente. “Quando as mulheres entraram no carro, o motorista já começou a assediá-las com piadinhas. Quando foi chegando perto do destino, ele começou a aprofundar as investidas para uma das clientes, que estava com um bebê”, disse o advogado.

Segundo a defesa das vítimas, quando chegaram ao destino, elas só tinham R$ 21 no pix para o pagamento, e a conta havia dado R$ 29. “Elas informaram que só iam pagar R$ 21 porque a menina tinha esquecido a carteira em casa. Ela não aceitou e começou a agredi-las verbalmente. Disse ‘você vai ver’ e colocou o carro por cima delas e das crianças”, contou Daniel Alisson.

O motorista não foi identificado. O caso vai ser registrado na Polícia Civil ainda nesta segunda-feira (27).

 

Por: G1 PB