Deputado critica distribuição indiscriminada de medalhas e cobra moralização da Mesa Diretora da ALPB

Foto: Ascom/Chió

O deputado Chió (Rede) criticou durante a sessão da Assembleia Legislativa da Paraíba desta terça-feira (28),a concessão excessiva de medalhas distribuídas pelos colegas parlamentares e pediu ao presidente da Casa, deputado Adriano Galdino (Republicanos) para moralizar a coisa porque já tinha virado bagunça.

Chió lembrou que existem regras sobre a quantidade de medalhas, que cada deputado pode entregar por ano, excetuando os títulos honoríficos que não têm limite, mas as honrarias de méritos, a exemplo da Medalha de Epitácio Pessoa, que poderão ser agraciadas, no máximo, cinco personalidades por ano .

Ele cobrou ainda que o presidente mostrasse a lista dos deputados que mais concederam medalhas e entres eles estão João Gonçalves e o líder do governo, Chico Mendes, ambos do PSB. Eles foram apontados como campeões.

“Essa Casa aqui é Casa das leis e das regras, mas tem uma coisa que desde o meu primeiro mandato, eu venho observando: a gente tem que cumprir as regras internas da Casa e o senhor, na penúltima sessão, disse que traria para nós a lista para deixar transparente a questão das concessões de medalhas”, argumentou Chió.

O presidente garantiu que a partir da próxima sessão, o Regimento Interno terá que ser cumprido e lembrou que os deputados que já ultrapassaram o limite de concessão vão ficar prejudicados até a próxima legislatura.

 

Fonte: ParaibaOnline