Um laboratório clandestino de maconha foi descoberto na tarde desta quinta-feira (1) pela Polícia Civil da Paraíba. A ação policial foi realizada após investigações da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas de João Pessoa (DRFVC/JP).
Segundo informações do delegado Getúlio Machado, a droga estava sendo produzida em uma casa de dois andares localizada na praia de Carapibus, no município do Conde, no litoral sul da Paraíba. No imóvel a Polícia encontrou uma estufa climatizada e com iluminação especial para o cultivo da planta que dá origem ao entorpecente. Pelo menos 200 mudas do vegetal foram encontrados no local.
Duas pessoas, sendo um homem e uma mulher, ambos casados entre si e com idades de 25 anos, foram presas no local em flagrante delito.
De acordo com o delegado, a Polícia chegou ao local durante investigação de um grupo suspeito de praticar roubos, furtos e clonagem de veículos.
A DRFVC/JP iniciou as investigações após receber denúncias desses tipos de crimes na região do litoral Sul da Paraíba.
A Polícia descobriu que havia um carro supostamente clonado numa residência em Carapibus. Ao chegar ao local, os policiais descobriram o laboratório clandestino.
Segundo as investigações, a maconha foi cultivado com sementes importada e possui alto poder de componentes nocivos ao usuário.
As mudas foram apreendidas e submetidas a perícias. As duas pessoas presas foram autuados por crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico.
 
Assessoria de Imprensa. Polícia Civil da Paraíba