Flávio Asevêdo
Com recursos assegurados no Programa João Pessoa Sustentável, o prefeito Luciano Cartaxo inicia o processo de modernização da gestão pública municipal da Prefeitura de João Pessoa (PMJP) e, a partir de janeiro, todo cidadão poderá ter acesso aos serviços online. Foi iniciada a implantação de um sistema único de informatização que vai integrar todos os processos do governo municipal e extinguir o uso de papel, além de dar mais celeridade e transparência aos processos que tramitam no âmbito da gestão. Através do programa João Pessoa Sustentável, licenças ambientais, alvarás e guias de impostos, entre outros serviços, serão disponibilizados através de computadores, smartphones e tablets.

“Desde 2013, nós implantamos um modelo de gestão por resultados que modernizou a Prefeitura de João Pessoa e tornou mais eficiente nosso planejamento e busca por soluções que estão melhorando a vida da população. Seguimos avançando nesse projeto agora com mais uma ferramenta que proporcionará mais subsídios para facilitar a vida de todos os cidadãos e para que nossos servidores prestem um serviço mais rápido e transparente. Sempre entendemos que fazer gestão é fazer hoje e deixar um legado para o futuro e a modernização da Prefeitura está nessa perspectiva como uma grande transformação que vai impactar muito nos próximos anos”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Na manhã desta quinta-feira (15), Luciano Cartaxo, assinou junto à Indra Brasil, empresa que venceu a licitação, a implantação do Sistema Integrado de Planejamento e Gestão Financeira (Sigef). A Indra vai adequar os sistemas de Planejamento Orçamentário, Financeiro e Contábil e fazer a integração com os sistemas de Recursos Humanos (RH), Folha de Pagamento, Sistema Tributário e Patrimonial da PMJP ao novo modelo da 3ª Geração, mais moderno e seguro para servidores e toda a população. A PMJP também vai implantar o Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos (GED), ferramenta que vai promover uma revolução no atendimento ao público, com reflexo direto na sustentabilidade e mobilidade urbana, pois os cidadãos não precisarão mais se locomover à Prefeitura para solucionar problemas e buscar serviços.

Facebook Comments