O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) – que recentemente declarou que quer tirar férias – questionou o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), à frente da Comissão de Constituição e Justiça da Casa, para que a sabatina do ex-advogado-geral da União, André Mendonça, indicado pelo Palácio do Planalto para assumir uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF) fosse agendada.

Segundo interlocutores do governo, esta foi a primeira vez que o presidente da República tratou do assunto diretamente com Alcolumbre desde que o senador decidiu adiar por tempo indeterminado a audiência no colegiado.

A conversa entre os dois foi rápida e ocorreu durante a cerimônia do Dia do Soldado, no Quartel-general da Exército, em Brasília. De acordo com aliados próximos de Bolsonaro, o presidente questionou o senador quais problemas ainda impediam a tramitação do processo de indicação do ex-AGU.

Alcolumbre evitou prestar contas e disse que eles poderiam conversar em breve, segundo pessoas de confiança do presidente da República.