O ano de 2021 começou com várias mudanças no mundo todo, sobretudo na política. Na Europa, o Reino Unido concluiu o processo do Brexit, a saída da União Europeia. Nos Estados Unidos, a posse de Joe Biden foi marcada por uma série de conflitos incluindo a invasão do Capitólio Americano por manifestantes a favor do candidato derrotado, Donald Trump. A ação deixou quatro pessoas mortas e 50 feridas. Trump, aliás, sofreu um processo de impeachment pelo Congresso Americano. Porém, foi absolvido pelos senadores.

Perfil de Joe Biden
Joe Biden toma posse como novo presidente americano – Reuters/Kevin Lamarque/Direitos Reservados

Crise em Manaus provocada pela covid-19

No Brasil, o estado do Amazonas viveu uma crise de saúde provocada pela pandemia de covid-19. Escassez de leitos e, sobretudo, de oxigênio. No dia 12, o governador Wilson Lima afirmou que, só nos estabelecimentos públicos de saúde, a demanda pelo produto tinha aumentado mais de 11 vezes além da média diária de consumo em virtude do crescimento do número de casos de covid-19.

Em Manaus, também se descobriu uma nova variante do novo coronavírus identificada por pesquisadores japoneses em viajantes que estiveram no estado. Inicialmente denominada de P1, a variante passou a se chamar Gamma.

Aplicação do Enem 2020

Previsto para ser realizado no fim do ano passado, devido à pandemia de covid-19, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foi remarcado para janeiro de 2021. Entidades escolares e até mesmo a Defensoria Pública da União solicitaram nova remarcação do exame. Porém, o pedido foi negado pela Justiça.

Para garantir a realização da prova, o Inep adotou diversos protocolos de segurança que tiveram de ser seguidos pelos candidatos sob o risco de serem eliminados.

A taxa de abstenção foi de 51,5% no primeiro dia de provas e 55,3% no segundo.

Aprovação de imunizantes e início da vacinação no Brasil

No dia 7, o país teve a notícia sobre a eficácia da vacina que estava sendo produzida pelo Instituto Butantan: a CoronaVac. De acordo com o governo de São Paulo, o imunizante apresentou eficácia mínima de 78%. No mesmo dia, o Ministério da Saúde anunciou assinatura de contrato com o Instituto Butantan para adquirir até 100 milhões de doses da vacina.

No dia seguinte (8), o presidente Jair Bolsonaro enviou uma carta ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, na qual solicitava urgência no envio para o Brasil das doses da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca produzidas na Índia.

Ainda não havia autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o uso emergencial de nenhum imunizante no Brasil. Mas, no dia 17 de janeiro, um domingo, a agência se reuniu extraordinariamente para decidir os pedidos de autorização para uso emergencial de vacinas contra a covid-19. Por unanimidade, os cinco diretores da Anvisa aprovaram o uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford (AstraZeneca) contra a covid-19.

Já no caso da Sputnik V, a agência devolveu o pedido de uso emergencial para o laboratório responsável pela vacina. Segundo a Anvisa, o pedido do laboratório para uso emergencial não apresentou os requisitos mínimos para pudesse ser analisado pela agência.

Na manhã do dia seguinte (18), começou a distribuição dos imunizantes para todos os estados.

A Força Aérea Brasileira transporta vacinas contra o novo coronavírus até o município de Tabatinga para a vacinação em comunidades indígenas.
A Força Aérea Brasileira transporta vacinas contra o novo coronavírus até o município de Tabatinga para a vacinação em comunidades indígenas. – Marcelo Camargo/Agência Brasil

Alguns deles, como Goiás, Piauí, Santa Catarina e São Paulo, iniciaram a vacinação no próprio domingo. Porém, a maioria começou na segunda, dia 20. A vacinação teve início pelos grupos prioritários da chamada Fase 1: trabalhadores de saúde, pessoas institucionalizadas (que residem em asilos) com 60 anos de idade ou mais, pessoas institucionalizadas com deficiência e população indígena aldeada.

A enfermeira Maria José Monteiro, de 66 anos, foi a primeira imunizada contra covid-19 no Acre
A enfermeira Maria José Monteiro, de 66 anos, foi a primeira imunizada contra covid-19 no Acre – Neto Lucena/Secom

Fevereiro

O mês de fevereiro foi marcado pelo avanço da covid-19 e de suas novas variantes mesmo com o início da vacinação. Em 26 de fevereiro, o Boletim Observatório Covid-19 trouxe a informação de que a ocupação das unidades de terapia intensiva (UTIs) dedicadas a infectados pelo novo coronavírus chegou ao pior nível desde o início da pandemia, que começou em março de 2020. Em 12 estados e no Distrito Federal (DF), mais de 80% dos leitos covid-19 estavam ocupados.

Com cerca de 1,5 mil mortes diárias, diversos governadores resolveram retomar medidas mais drásticas como o toque de recolher e o lockdown.

Medidas restritivas para combater a covid-19.
Medidas restritivas para combater a covid-19. – Arte/Agência Brasil

Enquanto isso, a campanha de vacinação começava a dar os primeiros passos. O Ministério da Saúde concluiu no dia 25 o envio das doses necessárias para a imunização contra covid-19 de 100% dos idosos de 60 anos ou mais que vivem em asilos e demais idosos acima de 90 anos.

Em entrevista coletiva, o então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, informou que desde o início da campanha haviam sido entregues cerca 14 milhões de doses de vacina. Ele disse que esperava vacinar 50% da população adulta até junho deste ano e toda a população até o fim do ano.

Câmara dos Deputados

No dia 23, na volta aos trabalhos da Câmara dos Deputados, o Conselho de Ética decidiu instaurar processo contra a deputada Flordelis (PSD-RJ), acusada de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019. No dia seguinte, foi escolhido o relator do processo de quebra de decoro: Alexandre Leite (DEM-SP).

 A deputada federal,Flordelis, fala sobre a morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo.
A deputada federal,Flordelis, fala sobre a morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo. – Fernando Frazão/Agência Brasil

No dia 24, o plenário da Casa aprovou a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 3/21, que restringe a prisão em flagrante de parlamentar a casos de crimes inafiançáveis. O texto original da PEC também proíbe a prisão cautelar por decisão monocrática, aquela tomada por um único ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Mas, no dia 26, sem acordo para votação da matéria no plenário, o presidente da Casa, Arthur Lira, decidiu enviar a matéria para análise de uma comissão especial.

Autonomia do BC e privatizações

Depois de aprovada pela Câmara dos Deputados no dia 10, a lei que confere autonomia ao Banco Central foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no dia 24 de fevereiro. Pelo texto, o presidente e os diretores da autarquia terão mandato de quatro anos não coincidentes com o do presidente da República. A nova lei estabelece que o Banco Central passa a se classificar como autarquia de natureza especial caracterizada pela “ausência de vinculação a ministério, de tutela ou de subordinação hierárquica”.

Também no dia 24 foi entregue ao presidente da Câmara o projeto que permite a privatização dos Correios.

Pelas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro destacou a importância da proposta. “Estive há pouco no Congresso Nacional para entrega do Projeto de Lei que acaba com o monopólio dos Correios nos serviços postais do país e viabiliza a sua privatização. O Brasil, mais do que nunca, segue firme no caminho da liberdade econômica.”

Já a medida provisória de abertura do capital da Eletrobras foi entregue pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso no dia 23. Três dias depois, a MP já tinha recebido 570 emendas.

Primeiro satélite totalmente nacional

Encerrando o mês, o Brasil lançou o primeiro satélite produzido com tecnologia 100% nacional: o Amazonia 1. O lançamento ocorreu a partir do Centro Espacial Satish Dhawan, na cidade de Sriharikota, na província de Andhra Pradesh, na Índia.

O satélite foi lançado no Centro de Lançamento Satish Dhawan Space Centre, em Sriharikota, na Índia.
O satélite foi lançado no Centro de Lançamento Satish Dhawan Space Centre, em Sriharikota, na Índia. – Reprodução/Youtube MCTI

Março

O mês de março começou com 18 estados brasileiros mais o Distrito Federal com ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para covid-19 em mais de 80%, sendo que dez estavam com ocupação acima de 90%. Com o avanço da pandemia, a busca por mais imunizantes se intensificou. Governadores de 18 estados e do Distrito Federal visitaram as instalações da União Química, que seria responsável por produzir a vacina e pediram celeridade à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aprovação do imunizante.

Por parte do governo, foi sancionada a lei que autorizava a União a aderir à estratégia Covax Facility, aliança internacional da Organização Mundial da Saúde (OMS) voltada para aquisição e distribuição de vacinas a diversos países.

Foi também em fevereiro que o Ministério da Saúde assinou a intenção de compra das vacinas da Pfizer e da Janssen.

Março também foi o mês da primeira vacinação em massa contra o coronavírus. A escolhida foi a cidade de  Serrana (SP). A população participou de estudo clínico do Instituto Butantan para medir a eficácia da CoronaVac contra a disseminação do novo coronavírus.

E no fim do mês – mais precisamente no dia 23 – o então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, deixou o cargo. No lugar dele, assumiu o médico cardiologista Marcelo Queiroga. O novo ministro destacou a importância de a população se engajar nas medidas de prevenção à covid-19, incluindo o uso de máscaras e distanciamento social.

Alíquota Pis/Cofins zerada

Logo no início do mês, o presidente Jair Bolsonaro zerou a alíquota PIS e Cofins do diesel e do  com o objetivo de diminuir os tributos sobre esses itens e, dessa forma, tentar conter o avanço dos preços. No dia 16, o Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI) decidiu incluir a Eletrobras, os Correios e a Empresa Brasil de Comunicação (EBC) no Programa Nacional de Desestatização (PND).

Política

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral - Valter Campanato Arquivo/Agência Brasil
O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral – Valter Campanato Arquivo/Agência Brasil – Valter Campanato Arquivo/Agência Brasil

No início do mês, no dia 4, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral foi condenado a mais dez anos de prisão, que se somaram a 332 anos de reclusão por crimes de fraudes investigados pela Operação Lava Jato. No mesmo dia, outro ex-governador do Rio, Antony Garotinho, teve a pena aumentada e se tornou inelegível por oito anos.  No dia 8, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu anular as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Lava Jato. O ministro entendeu que a 13ª Vara Federal em Curitiba não tinha competência legal para julgar as acusações.

Auxílio emergencial

Ainda em março, o presidente Jair Bolsonaro enviou ao Congresso Nacional a medida provisória que institui o Auxílio Emergencial 2021, para atender à população mais vulnerável. O texto prevê o pagamento de quatro parcelas mensais de R$ 250, em média.

Abril

O avanço do novo coronavírus continuou em níveis críticos no país durante o mês de abril. Boletim da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) publicado no dia 6 confirma que o vírus Sars-CoV-2 e suas variantes permaneciam em circulação intensa em todo o país.

No dia 9, a Fiocruz anunciou um aumento de 10% no número de mortes em apenas uma semana.

Distribuição dos novos registros de óbitos (A) por covid-19 por semana epidemiológica de notificação. Brasil, 2020-21
Distribuição dos novos registros de óbitos (A) por covid-19 por semana epidemiológica de notificação. Brasil, 2020-21 – Divulgação/Ministério da Saúde

No dia seguinte, foi reportado um aumento de 1.000%, em média, nos casos de covid-19 em brasileiros com idade entre 30 e 59 anos.

No dia 16 um novo boletim alertava que o mês continuaria com a pandemia em níveis críticos. O estudo mostrava que o Brasil voltou a superar a média diária de mais de 3 mil mortes, e, em 12 de abril, chegou ao recorde de 3.123 mortes na média móvel de sete dias, segundo dados do painel Monitora Covid-19, da Fiocruz.

Em abril, começou a ser paga também a nova rodada do auxílio emergencial com parcelas que variam de R$ 150 a R$ 375.

Caso Henry Borel

Suspeito da morte do enteado, o menino Henry Borel Medeiros, de 4 anos, o vereador do Rio de Janeiro Jairo Souza Santos Junior, o Dr. Jairinho, foi preso no dia 8 de abril, exatamente um mês após a morte da criança. Também teve a prisão decretada a mãe de Henry e namorada do parlamentar, Monique Medeiros. Logo depois da prisão, o casal foi interrogado. No fim da tarde, a polícia disse não ter dúvidas sobre a culpa dos dois na morte do menino. No mesmo dia, o partido Solidariedade, ao qual Jairinho estava vinculado, decidiu expulsá-lo de seus quadros. A mãe de Henry chegou a constituir uma nova equipe de defesa e pediu para ser ouvida em novo depoimento.

Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, deixa à Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP), após prestar depoimento sobre a morte do menido de 4 anos.
Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, deixa à Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP), após prestar depoimento sobre a morte do menido de 4 anos. – Tânia Rêgo/Agência Brasil

Política

No cenário político, no início do mês (6), o presidente Jair Bolsonaro deu posse a seis novos ministros: Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil), Flávia Arruda (Secretaria de Governo), Walter Braga Netto (Defesa), André Mendonça (Advocacia-Geral da União), Anderson Torres (Ministério da Justiça e Segurança Pública) e Carlos Alberto França (Ministério das Relações Exteriores).

No dia 16, foi a vez de trocar o comando da Petrobras. Assumiu o general Joaquim Silva e Luna. Outra decisão importante envolvendo uma estatal foi a inclusão dos Correios no Programa Nacional de Desestatização (PND).

No dia 8, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso determinou que o Senado adotasse as medidas necessárias para a instalação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI) para investigar eventuais omissões do governo federal no combate à pandemia de covid-19. Barroso atendeu ao pedido de liminar feito pelos senadores Jorge Kajuru (GO) e Alessandro Vieira (RS), ambos do Cidadania. Eles alegavam omissão do Senado.

Internacional: Prisão de Dereck Chauvin

Manifestantes protestam em Nova York após a morte de George Floyd em Mineápolis
Manifestantes protestam em Nova York após a morte de George Floyd em Mineápolis – CAITLIN OCHS

O ex-policial de Minneapolis Derek Chauvin foi condenado no dia 20 por homicídio no episódio de prisão e morte de George Floyd. Em um confronto mostrado em vídeo, Chauvin, que é branco, pressionou o joelho no pescoço de Floyd, um homem negro de 46 anos algemado, por mais de nove minutos, no dia 25 de maio de 2020. Floyd morreu sufocado.

Na Inglaterra, o príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth,  morreu aos 99 anos, informou o Palácio de Buckingham no dia 9. O duque de Edimburgo, como era oficialmente conhecido, esteve ao lado da rainha ao longo de todos os 69 anos de seu reinado, o mais longo da história do Reino Unido. Durante o período, ele ganhou a reputação de ter uma atitude dura, séria e de uma propensão a gafes ocasionais.

Maio

O mês de maio começou com uma notícia que foi um alento para o combate à pandemia de covid-19. Um estudo liderado pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel) mostrou que a porcentagem de mortes de idosos com 80 anos ou mais caiu pela metade no Brasil após o início da vacinação contra a covid-19. O percentual médio de vítimas nessa faixa etária era de 28% em janeiro, quando teve início a vacinação, e caiu para 13% em abril deste ano.

Maio foi também o mês em que as primeiras doses da Comirnaty, a vacina da Pfizer, chegaram aos estados brasileiros. Um milhão de doses foram distribuídas àqueles que tinham condições de armazenar o imunizante, que precisava ser mantido em temperaturas mais baixas. Também chegou ao Brasil a primeira remessa dos imunizantes do consórcio Covax Facility.

Os governadores ainda tentaram trazer a vacina russa – Sputnik V – para o Brasil. Ainda aguardando o aval da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa), os estados já haviam encomendado 66 milhões de doses da vacina. E pediram à agência nova análise do imunizante.

A vacinação sofreu mudanças depois que uma gestante morreu de trombose após ter tomado a vacina do laboratório Oxford/AstraZeneca. Mesmo com o caso em investigação, a Anvisa recomendou a suspensão da vacinação em grávidas, e o Ministério da Saúde também decidiu pela suspensão.

Mais para o fim do mês, duas notícias representaram um alento no combate à pandemia: graças à vacinação de metade da população, os Estados Unidos puderam presenciar a queda nos casos de covid-19 no país. No Brasil, a vacinação em massa na cidade de Serrana (SP) fez com que os casos da doença na cidade despencassem: com 75% da população vacinada, as internações caíram 86%.

CPI da Pandemia

O mês de maio deu início às oitivas na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia. No dia 4, os senadores ouviram o primeiro depoente, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Ele fez um balanço de sua gestão e das medidas que sua pasta tomou no início da pandemia de covid-19. No dia seguinte, foi a vez de outro ex-líder da pasta, Nelson Teich, que ficou apenas um mês no cargo. Teich disse que abandonou o ministério quando percebeu que não teria autonomia para conduzir a pasta.

Obituário

No dia 2, o então prefeito de São Paulo, Bruno Covas, se licenciou do cargo para se dedicar a um tratamento contra um câncer que foi descoberto em 2019. No dia seguinte, ele foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI)  do Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. O político morreu no dia 16, às 8h20.

Quem também morreu no mês de maio (dia 27) foi o sambista Nelson Sargento. Aos 96 anos, o presidente de honra da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira foi vítima das complicações da covid-19.

Assassinatos

No início do mês (dia 4), a cidade de Saudade (SC) viveu uma tragédia. Um jovem de 18 anos invadiu uma creche na cidade e matou cinco pessoas: duas professoras e três crianças. Uma terceira criança foi ferida, mas se recuperou.

Também no dia 4, a Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou por homicídio duplamente qualificado o vereador Jairo Souza Santos Júnior, conhecido como Dr. Jairinho, e a professora Monique Medeiros, padrasto e mãe de Henry Borel, de 4 anos, morto no dia 8 de março devido a uma hemorragia provocada por ação violenta.

Dr. Jairinho, namorado de Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel, deixa a Delegacia de Polícia da Barra da Tijuca(16ªDP), após prestar depoimento sobre a morte do menido de 4 anos.
Dr. Jairinho, namorado de Monique Medeiros da Costa e Silva, mãe do menino Henry Borel – Tânia Rêgo/Agência Brasil

Também no mês de maio, a juíza do 3º Tribunal do Júri de Niterói, Nearis dos Santos Carvalho Arce, decidiu que a deputada federal Flordelis, acusada de ter assassinado o próprio marido, Anderson do Carmo, irá a júri popular. A juíza também decidiu manter a prisão de todos os acusados de envolvimento no crime.

Operação na favela do Jacarezinho

Uma operação policial realizada na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, terminou com a morte de 25 pessoas, entre elas um policial civil. Batizada de Exceptis, a ação tinha o objetivo de combater grupos armados de traficantes de drogas que estariam aliciando crianças para o crime. A polícia negou as acusações e disse que as mortes ocorreram devido ao confronto com os criminosos. A Organização das Nações Unidas (ONU) pediu para o Ministério Público que realizasse uma investigação independente, completa e imparcial dos fatos.

Política: assume novo governador do Rio

Um dia após o impeachment do então governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, o vice Claudio Castro assumiu o governo. Em seu discurso, Castro  prometeu reconstruir o estado com austeridade nas contas públicas, recuperar a confiança dos investidores, gerar empregos, lutar contra a fome e a covid-19 e reduzir índices de violência.do estado.

O governador do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, durante evento de posse no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, no Rio de Janeiro.
O governador do Estado do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, durante evento de posse no Palácio Guanabara, em Laranjeiras, no Rio de Janeiro. – Tomaz Silva/Agência Brasil

Junho

Parte do mês de junho foi marcada por uma caçada ao foragido Lázaro Barbosa, que durou 20 dias. No dia 10, o criminoso assassinou quatro pessoas da mesma família em uma chácara no Distrito Federal. Uma quinta vítima teria sido feita refém em Goiás. Ele ainda baleou três pessoas no município de Cocalzinho de Goiás, onde se concentraram as buscas. Quase 300 policiais participaram das ações.

Serial killer Lázaro Barbosa
Serial killer Lázaro Barbosa – Divulgação Polícia Civil

No dia 28, o fugitivo foi baleado durante uma troca de tiros com agentes que tentavam capturá-lo em Águas Lindas (GO).

Covid-19 e CPI da Pandemia

No dia 16, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou os estados do Rio Grande do Norte, de Mato Grosso, Rondônia, do Pará, Amapá, da Paraíba e de Goiás a fazerem a importação emergencial da vacina russa Sputnik V.

Em 26 de junho, foi confirmado o primeiro caso da variante Delta no Brasil, uma mulher grávida, de 42 anos. Ela tinha vindo do Japão para Apuracana, no Paraná, e morreu em 18 de abril.

No exterior, Nova York suspendeu as últimas restrições contra a covid-19 depois que 70% da população já estava vacinada.

O imunizante indiano Covaxin contra a covid-19 esteve nos holofotes em junho. Logo no início do mês, no dia 4, a vacina teve a sua importação autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Anvisa não autorizou o uso emergencial da vacina, apenas a utilização de quantitativos específicos sob condições controladas. Em oportunidade anterior, a agência já havia negado o mesmo pedido.

Porém, a importação tomou novos rumos com a denúncia, no dia 25,  do servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Miranda, que, em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, no dia 25, disse ter sofrido uma “pressão incomum” para finalizar os trâmites da compra. A denúncia foi parar no Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 28 e teve como relatora a ministra Rosa Weber.

Diante disso, no dia 29, o governo suspendeu a compra do imunizante. Segundo o Ministério da Saúde, a orientação foi da Controladoria-Geral da União (CGU) e nenhum recurso foi gasto com a compra. No dia 30, a Anvisa suspendeu o prazo de avaliação do uso emergencial da Covaxin.

No dia 30, foi a vez de o empresário Carlos Wizard prestar depoimento à CPI. Porém, amparado por um habeas corpus do Supremo, o depoente se manteve calado.

Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (CPIPANDEMIA) realiza oitiva do empresário apontado como integrante do “gabinete paralelo” de aconselhamento ao presidente da República no enfrentamento à pandemia. O objetivo é esclarecer sobre esse
Reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia – Pedro França/Agência Senado

Política

No dia 13, eleitores de Sidrolândia (MS), Nova Pata do Iguaçu (PR), Petrolândia (SC), Campestre (MG) e Espera Feliz (MG) foram às urnas para escolher novos prefeitos, já que os eleitos em 2020 tiveram o registro de candidatura indeferido pela Justiça Eleitoral.

Na Câmara, derrotas para os deputados Flordelis (PSD-RJ) e Daniel Silveira (PSL-RJ). A primeira teve a cassação recomendada pelo relator de seu processo no Conselho de Ética da Casa. Já Silveira, até então em prisão domiciliar pela prática de agressões verbais e ameaça aos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), foi novamente conduzido ao regime fechado por decisão do ministro da Corte Alexandre de Moraes. A decisão foi motivada pelo não pagamento da fiança estipulada em R$ 100 mil e por violações na tornozeleira eletrônica.

Flordelis/Daniel Silveira
Flordelis/Daniel Silveira – Agência Brasil/Câmara dos Deputados

No dia 21, a Câmara aprovou, em sessão extraordinária, o  texto-base da medida provisória que prevê a privatização da Eletrobras. O relator justificou a aprovação da medida em virtude da perda da capacidade de investimentos da empresa. A matéria, seguiu, então, para sanção presidencial.

Julho

O início do mês começou mostrando os resultados do avanço da vacinação com redução de mortes e ocupação de unidades de terapia intensiva (UTI) em queda. No dia 2, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou que o número de óbitos por covid-19 atingiu o mesmo nível de 9 de março de 2021.

No dia 5, o presidente Jair Bolsonaro assinou o decreto prorrogando por mais três meses o pagamento do auxílio emergencial.  Com isso, o benefício, que terminaria em julho, foi estendido até outubro.

CPI da Pandemia

No primeiro dia do mês, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia ouviu o policial militar e vendedor autônomo Luiz Paulo Dominguetti. Ele foi convocado após conceder uma entrevista em que afirmou ter recebido uma proposta de propina para fechar contrato de compra de vacina contra a covid-19, com o Ministério da Saúde. A proposta, segundo Dominguetti, era de US$ 1 pela venda de cada uma das 400 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca. No dia 15, foi a vez do representante da empresa Davati Medical Supply no Brasil, Cristiano Carvalho, citado por Dominguetti, prestar depoimento à CPI. Ele disse que foi procurado pelo então diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias, para tratar da compra de vacinas.

Reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia – Edilson Rodrigues/Agência Senado

No dia 7, Dias foi ouvido CPI e negou as acusações apresentadas por Dominguetti. O ex-diretor, no entanto, confirmou que recebeu e-mail da empresa que ofereceu a vacina indiana Covaxin. Porém, áudios vazados pela imprensa que mostravam uma conversa de Dominguetti com outra pessoa – na qual ele confirma o encontro com Dias no dia 25, quando ambos estiveram juntos no restaurante – levaram o presidente da CPI, Omar Aziz, a acusar Dias de perjúrio e prendê-lo por esse motivo. O ex-diretor só foi liberado somente no fim do dia mediante pagamento de fiança de R$1,1 mil.

Como desdobramento das oitivas da CPI no mês de junho, a Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a abertura de inquérito sobre a suposta prática do crime de prevaricação do presidente Jair Bolsonaro no caso da vacina indiana Covaxin.

No dia 14, a diretora técnica da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades foi ouvida pela CPI. Ela disse não haver ilegalidade na negociação da Covaxin. No dia anterior, amparada por habeas corpus do STF, Emanuela se recusou a responder aos questionamentos dos senadores.

Internacional: saúde do Papa e retirada dos EUA do Afeganistão

No dia 4, o papa Francisco passou por uma cirurgia para retirada parte do cólon. No dia seguinte, o Vaticano divulgou que o pontífice estava em bom estado geral. A operação foi realizada para tratar uma estenose diverticular sintomática do cólon, doença que faz bolsas sobressaírem da camada muscular do colón e a estreitarem. O pontífice deixou o hospital no dia 14.

Criança acompanham bênção dominical do papa Francisco da varanda de sua suíte no hospital Gemelli, em Roma – Reuters/ Vatican Media/Direitos reservados

O presidente do Haiti, Jovenel Moise, foi brutalmente assassinado no dia 7. Depois disso, o país presenciou uma escalada da violência.

No dia 8, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, determinou que o governo retirasse as forças militares norte-americanas do Afeganistão até 31 de agosto.

Agosto

Depois de seis meses seguidos com uma média de mais de mil mortes diárias por covid-19, o Brasil registrou, no dia 2,  o terceiro dia consecutivo com a média móvel abaixo desse patamar, segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). No dia 4, o governo de São Paulo informou que, na semana anterior, 346 das 645 cidades do estado de São Paulo não registraram óbitos por covid-19, ou seja, mais da metade. No dia 11, foi anunciado que, pela primeira vez desde outubro de 2020, as unidades de terapia intensiva (UTIs) tiveram ocupação abaixo de 80%.

No dia 12, o ator Tarcísio Meira morreu, aos 86 anos, vítima de covid-19. O artista chegou a ser intubado na UTI, mas não resistiu. A mulher dele, a atriz Glória Menezes, de 86 anos, também foi hospitalizada, mas teve alta dias depois.

Tarcísio Meira
Tarcísio Meira morre vítima da covid-19 – Reprodução/TV Brasil

Voto impresso auditável

Agosto foi o ápice do debate acerca do voto auditável. No dia 1º, atos ocorrem em várias cidades, principalmente nas capitais, pedindo o voto impresso nas eleições de 2022. No dia 10, o plenário da Câmara rejeitou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 135/19, que tornaria obrigatório o voto impresso. Foram  229 votos favoráveis e 218 contrários. Para que fosse aprovada, a PEC precisava de, no mínimo, 308 votos em dois turnos de votação.

Decisões na Câmara: Auxílio Brasil e reforma eleitoral

O presidente Jair Bolsonaro durante reunião para entrega da medida provisória do novo Bolsa Família ao presidente da Câmara, Arthur Lira. O programa se chamará Auxílio Brasil.
O presidente Jair Bolsonaro durante reunião para entrega da medida provisória do novo Bolsa Família ao presidente da Câmara, Arthur Lira – Marcelo Camargo/Agência Brasil

No dia 9, o presidente Jair Bolsonaro entregou à Câmara dos Deputados a medida provisória (MP) para alterar alguns programas sociais, inclusive o Bolsa Família, que, com as mudanças, passaria a se chamar Auxílio Brasil e reuniria seis benefícios sociais.

Flordelis

O plenário da Câmara dos Deputados decidiu, por 437 votos favoráveis, 7 contrários e 12 abstenções, cassar a deputada Flordelis (PSD-RJ). A parlamentar é acusada pelo Ministério Público do Rio de Janeiro de ser a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, em Niterói (RJ). No dia 13, a Justiça decretou a prisão de Flordelis.

Talibã reassume controle do Afeganistão

Cerca de 15 dias antes da data anunciada pelo presidente americano, Joe Biden, para a retirada das tropas americanas do Afeganistão, os talibãs retomaram, no dia 15, o controle da capital do país, Cabul. O movimento extremista voltou ao poder depois de 20 anos e, antes de Cabul, já tinha retomado o controle de outras importantes cidades afegãs.

No dia seguinte, o aeroporto de Cabul viveu um verdadeiro cenário de horror: desesperados, milhares de civis tentaram escapar nos voos que retirariam militares americanos do país. Vários chegaram a cair da aeronave em decolagem.

Tiros são ouvidos enquanto o Talibã controla afegãos do lado de fora do Aeroporto de Cabul
Caos na cidade de Cabul após retomada do controle pelos Talibãs – Reuters TV/direitos reservados

Mesmo diante do caos instalado, Joe Biden foi irredutível em sua decisão de retirada das tropas americanas.

Setembro

O mês de setembro veio carregado de esperanças trazidas com o avanço da vacinação e queda dos óbitos por covid-19. No dia 3, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) informou que as mortes pela doença estavam em queda havia dez semanas seguidas e chegaram à média diária de 670. No ápice da pandemia, em abril, esse número era de 3 mil.

No fim do mês, a trajetória de queda continuou sendo confirmada pelo boletim InfoGripe, da Fiocruz. Novamente, o número de casos alcançava o menor patamar desde o início da pandemia.

Assembleia Geral da ONU

(Nova Iorque - EUA, 21/09/2021) Discurso do Presidente da República Jair Bolsonaro.
Foto: Alan Santos/PR
Discurso do Presidente da República Jair Bolsonaro. Foto: Alan Santos/PR – Alan Santos/PR

No dia 21 de setembro, o presidente Jair Bolsonaro abriu a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Tradicionalmente, o Brasil é o primeiro país a fazer o pronunciamento na reunião. Nos discursos, ele disse que o Brasil está trabalhando na atração de investimentos da iniciativa privada e que o país possui “tudo o que investidor procura”.

No mesmo dia, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou que testou positivo para a covid-19. Queiroga estava na comitiva presidencial e anunciou que teria de ficar em quarentena nos Estados Unidos.

Política

No dia 2, o presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, o projeto que revoga a Lei de Segurança Nacional e que cria um capítulo no Código Penal para crimes contra o Estado Democrático de Direito.

No dia da independência do Brasil, Bolsonaro participou de atos pró-governo e fez críticas a opositores. No mesmo dia, foram registradas em várias cidades manifestações contrárias ao presidente.

Tanto o presidente do Supremo, Luiz Fux, quanto o do TSE, Luís Roberto Barroso, rebateram declarações de Bolsonaro. Diante da situação, o presidente disse que não teve a intenção de agredir outros Poderes e divulgou nota oficial sobre o assunto.

No dia 29, a Justiça do Rio de Janeiro confirmou que a ex-deputada federal Flordelis dos Santos de Souza e mais nove acusados de envolvimento na morte do pastor Anderson do Carmo serão submetidos a júri popular.

Afeganistão

Após a saída dos Estados Unidos do Afeganistão, o governo americano informou, no dia 17, que um ataque de drones em Cabul no mês anterior matou até dez civis, incluindo sete crianças. Eles lamentaram o fato que consideraram trágico. Organizações denunciaram que direitos de mulheres e crianças estavam sendo violados.

Outubro

O Brasil atingiu, no dia 8 de outubro, a marca de 600 mil vidas perdidas para a covid-19. Porém, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apontou a desaceleração dos casos e mortes causados pela doença. Logo no dia 1º, estudo mostrou redução nos números absolutos de óbitos de 42,6% e de internações de 27,7%.

No dia 19, foi anunciado que, seis meses após o registro da maior média móvel de mortes durante a pandemia, verificado em 19 de abril, em outubro a queda no número de óbitos foi de quase 90% – tendência que se acumulava desde junho.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia do Senado foi finalizada no fim do mês, mais precisamente no dia 26. O documento final, elaborado pelo relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), continha 1.299 páginas e pedia o indiciamento de 78 pessoas, entre elas o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Sessão para leitura do relatório da CPI da Pandemia.
Sessão para leitura do relatório da CPI da Pandemia. – Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) passou a investigar denúncias de que a operadora de saúde Prevent Senior, teria utilizado o chamado kit covid em pacientes que acabaram morrendo. O órgão investiga a relação entre as mortes e administração dos medicamentos.

Combustíveis

O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) aprovou, por unanimidade, no dia 29, o congelamento do valor do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrado nas vendas de combustíveis por 90 dias, como forma de tentar conter a alta nos preços.

Pandora Papers

Uma investigação de um consórcio internacional de jornalistas com base em documentos vazados – chamada de Pandora Papers – revelou a existência de offshores no nome do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. No mesmo dia em que as informações foram divulgadas, os ministros disseram que as empresas foram declaradas à Receita Federal, à Comissão de Ética Pública e às demais autoridades brasileiras competentes e que não havia violação à legislação.

Sem redes sociais

No início do mês, no dia 4, o Facebook, o WhatsApp e o Instagram ficaram inacessíveis no início da tarde e começaram a ser restabelecidos para os usuários apenas por volta das 19h20 do mesmo dia.

Novembro

Logo no primeiro dia do mês foi alcançado novo marco no combate à pandemia de covid-19: a média móvel de óbitos era a menor desde abril de 2020. Foram registrados 311,43 óbitos na média móvel de sete dias. No dia 15, o hospital referência do Rio de Janeiro no tratamento da covid-19 zerou as internações. No dia 22, as mortes diárias por covid-19, segundo a média móvel de sete dias, ficaram abaixo de 200.

No fim do mês, o mundo voltou ao cenário de incertezas com uma nova variante do vírus: a Ômicron. Vinda da África, a nova variante preocupa a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Auxílio Brasil

O governo anunciou que começaria a pagar o Auxílio Brasil em novembro deste ano. E no dia 11 o presidente Jair Bolsonaro editou um decreto que prevê que todas as famílias atendidas pelo Bolsa Família seriam migradas para o novo benefício automaticamente.

Importante para viabilizar o pagamento do novo auxílio, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios foi aprovada em primeiro turno pela Câmara dos Deputados no dia 4. De lá, a PEC seguiu para o Senado.

Leilão do 5G

Comissão Especial de Licitação da Agência faz a abertura, análise e julgamento das propostas de preço das 15 empresas cadastradas do  leilão do espectro (banda) 5G, na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em Brasília
Comissão Especial de Licitação da Agência faz a abertura, análise e julgamento das propostas de preço das 15 empresas cadastradas do leilão do espectro (banda) 5G, na sede da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), em Brasília – José Cruz/Agência Brasil

O início do mês foi marcado por um leilão muito esperado: o a quinta geração de telefonia móvel, ou 5G. A faixa mais procurada foi arrematada, no dia 4, por Claro, Vivo e TIM. No total, o leilão arrecadou R$ 47 bilhões. O termo para concessão das frequências foi assinado no dia 7. De acordo com o Ministro das Comunicações, Fábio Faria, o leilão foi um dos processos licitatórios mais importantes do governo federal e o “maior certame de radiofrequências da América Latina”.

Morte de Marília Mendonça

Caratinga/Acidente Marilia Mendonça
Caratinga/Acidente Marilia Mendonça – Perfil oficial da Polícia Civil de Minas Gerais

No dia 5 deste mês o Brasil foi surpreendido pela morte da cantora sertaneja, Marília Mendonça e sua equipe foram vítimas de um acidente aéreo. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga (MG) com cinco pessoas. Antes de cair, a aeronave teria colidido com a fiação elétrica da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).  O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), órgão do Comando da Aeronáutica, foi acionado para investigar as causas do acidente. No sábado (6) foi realizado o velório da cantora, que contou com a presença de cerca de cem mil pessoas. O sepultamento ocorreu no fim da tarde do mesmo dia e foi apenas para familiares.

Enem 2021

No dia 8, 29 funcionários do Instituto de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) pediram exoneração ou dispensa do cargo em comissão ou função comissionada para os quais foram designados como titulares ou substitutos. Diante dessa situação, dúvidas se colocaram em relação à realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O presidente Jair Bolsonaro garantiu que o exame seria realizado com tranquilidade.

O Tribunal de Contas da União (TCU) chegou a abrir um processo para analisar os problemas na gestão do Inep. A decisão foi pelo não afastamento do presidente do instituto, Danilo Dupas.

As provas do Enem ocorrem de forma tranquila tanto no primeiro quanto no segundo dia de provas. O resultado será divulgado em fevereiro.

Prisões

No dia 9, o deputado federal Daniel Silveira teve a prisão relaxada. Silveira estava preso desde fevereiro por ameaçar juízes do Supremo Tribunal Federal (STF).

Destino diferente teve Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, de 4 anos, morto em 8 março deste ano. O STF negou o pedido liminar de relaxamento de prisão preventiva dela.

Dezembro

O Brasil iniciou o mês de dezembro com 90% da população tendo tomado a primeira dose da vacina contra a covid-19. Já a porcentagem de pessoas com o esquema vacinal completo chegou a 79,03% ,de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

Em contrapartida, no mesmo dia, a pasta confirmou cinco casos da variante Ômicron, que começou a ser disseminada em novembro.

No dia 9, o governo determinou que, a partir do dia 11, todos que entrassem no Brasil por via aérea, teriam de apresentar documentos de teste negativo para a covid-19 e comprovante de vacinação. Caso contrário precisariam passar por uma quarentena de cinco dias na cidade de destino.

Porém a medida foi suspensa devido a um ataque hacker ao site do Ministério da Saúde e ao aplicativo do ConecteSUS. Como este último é o responsável pela emissão do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19, o governo avaliou que não seria possível cobrá-lo de brasileiros que eventualmente estivessem retornado ao país. No dia 23, o aplicativo foi restabelecido, informou o Ministério da Saúde.

No dia 16, a Anvisa aprovou o uso da vacina da Pfizer-BioNTech, para crianças com idade de 5 a 11 anos.  No dia 23, o Ministério da Saúde abriu uma consulta pública para ouvir a opinião da população sobre o tema e tomar a decisão no dia 5 de janeiro.

O Brasil anunciou a doação de 500 mil doses de vacinas contra a covid-19 ao Paraguai. A informação foi divulgada no dia 24 em nota conjunta assinada pelos ministérios da Saúde e das Relações Exteriores.

Boate Kiss

Quase nove anos depois do incêndio da Boate Kiss, ocorrido em Santa Maria e que matou 242 pessoas e deixou 636 feridas, teve início o julgamento dos acusados do incidente. Após 10 dias de julgamento as penas para os réus foram de 18 a 22 anos de prisão.

IMG_2171 Julgamento Kiss DIA 10 (10dez21) Juliano Verardi IMPRENSA TJRS
Julgamento Kiss: dia 10 (10dez21)

Foto: Juliano Verardi / IMPRENSA TJRS
Julgamento dos réus pelo incêndio da Boate Kiss Foto: Juliano Verardi / IMPRENSA TJRS – Juliano Verardi / IMPRENSA TJRS

Mês decisivo no Congresso

Garantir o pagamento do Auxílio Brasil no valor de R$ 400 para os brasileiros foi o foco do Congresso no mês de dezembro. Para atingir esse objetivo, no dia 2, o Senado aprovou a Medida Provisória que criou o programa e que já havia sido aprovada pela Câmara. A Caixa começou a pagar o auxílio no dia 10.

No mesmo dia, com uma votação folgada, os senadores aprovaram a PEC dos Precatórios, essencial para a viabilização de recursos para o programa. Como a Casa fez mudanças em relação ao texto da Câmara, a matéria deveria retornar para análise dos deputados. Devido à urgência do tema, decidiu-se que a PEC seria, então, fatiada em duas: as partes comuns às duas casas foram promulgadas no dia 8. As discordantes voltaram para a Câmara para serem analisadas e, só depois disso, houve a promulgação, no dia 15.

No dia 21, o Congresso Nacional aprovou o relatório final do projeto de lei orçamentária de 2022.  O Orçamento do ano que vem prevê valor total da despesa para 2022 de R$ 4,82 trilhões, dos quais R$ 1,88 trilhão refere-se ao refinanciamento da dívida pública.

Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa extraordinária semipresencial destinada a votar a PEC 23/2021, chamada de PEC dos Precatórios. A proposta estabelece o novo regime de pagamentos de precatórios, modifica normas relativas ao
Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa extraordinária semipresencial destinada a votar a PEC 23/2021, chamada de PEC dos Precatórios. – Waldemir Barreto/Agência Senado

Novo ministro no STF

Depois de ficar parada por cerca de quatro meses nas mãos do presidente da Comissão de Constituição Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o ex-advogado geral da União, André Mendonça, foi finalmente sabatinado. A sabatina durou oito horas, e ao fim, Mendonça teve o nome aprovado: 18 votaram a favor de Mendonça, outros 9 contra. No mesmo dia seu nome foi a Plenário, onde foi aprovado com o placar de por 47 votos a 32. Mendonça assumiu a cadeira no Supremo no último dia 16.

Posse do ministro André Mendonça no STF. Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF
Posse do ministro André Mendonça no STF. Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF – Fellipe Sampaio/SCO/STF

Economia

A Câmara aprovou programa para dívidas de micro e pequenas empresas. Contribuinte terá descontos sobre juros, multas e encargos proporcionalmente à queda de faturamento no período de março a dezembro de 2020 em comparação com 2019.

A companhia aérea ITA suspendeu suas operações no Brasil na noite do dia 17, alegando uma reestruturação interna, conforme comunicado publicado em seu site. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse que, até o dia 21, 430 pessoas que haviam comprado passagens de voos da ITA foram reacomodados em aviões de outras empresas aéreas, e 7 mil passageiros estavam “em processo de reembolso”.

No dia 22, o presidente Jair Bolsonaro sancionou lei que destina R$ 300 milhões para o Auxílio Gás. O benefício alcançará mais de 5 milhões de famílias de baixa renda, inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Lya Fett Luft
A escritora  Lya Luft, que morreu em dezembro, lançou, entre outras obras Perdas e Ganhos, obra que vendeu cerca de 1 milhão de cópias – Arquivo/Agência Brasil

Lya Luft

A morreu, aos 83 anos, em Porto Alegre, no dia 30 de dezembro. Lya Luft começou sua carreia literária aos 25 anos escrevendo poemas, que foram reunidos no livro Canções de Limiar (1964), sua primeira publicação e, entre outras obras, lançou em 1996, o premiado O Rio do Meio, livro que reuniu ensaios e Perdas e Ganhos, lançado em 2003, que vendeu cerca de 1 milhão de cópias e é sua obra de maior editorial.

Em 2001, Luft recebeu o prêmio União Latina de melhor tradução técnica e científica, pela obra Lete: Arte e crítica do esquecimento, de Harald Weinrich. Em 2013, recebeu o Prêmio da Academia Brasileira de Letras (ABL), na categoria Ficção, Romance, Teatro e Conto, pela obra O tigre na sombra.

Internacional

A República Democrática do Congo (RDCongo) declarou no dia 16 o fim do 13º surto de ebola no país, que começou no dia 8 de outubro e causou seis mortes na província do nordeste do Kivu do Norte.

No dia 20, ex-líder estudantil Gabriel Boric vence as eleições no Chile. Boric é o presidente mais jovem da história do Chile; José Kast, que disputou com Boric no segundo turno, reconheceu derrota e congratulou adversário em redes sociais. Na mesma data, o Fórum Econômico Mundial de 2022 é adiado em razão da variante Ômicron. Evento estava marcado para ocorrer de 17 a 21 de janeiro, em Davos, na Suíça.

Em comunicado divulgado no dia 21, Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou a utilização de emergência da vacina NuvaxovidTM contra a covid-19, passando a lista a contar agora com dez imunizantes.

No mesmo dia, o papa Francisco pediu que a população gaste com educação e não com armas em mensagem de paz anual.

No dia 25, Nasa lançou com sucesso o supertelescópio James Webb. O poderoso telescópio de US$ 9 bilhões, tido pela Nasa como o principal observatório científico espacial dos próximos 10 anos, foi alçado aos céus pelo foguete Ariane 5.

No dia 26, o ativista antiapartheid e Nobel da Paz, Desmond Tutu, morreu aos 90 anos. O ativista foi diagnosticado com câncer de próstata no final dos anos 1990 e passou por diversas hospitalizações recentes relacionadas ao tratamento.

No dia 27, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, sancionou pacote de US$ 770 bi para a Defesa do país. O pacote foi  fruto de negociações intensas entre democratas e republicanos do Senado e da Câmara após impasses em relação a políticas relacionadas à Rússia e à China.

Auxílio Brasil

A lei que cria o Auxílio Brasil foi publicada, com vetos, no Diário Oficial da União no dia 30 de dezembro. Um dos vetos é o Artigo 21, que obrigava o programa a ter dotação orçamentária suficiente para atender todos os possíveis beneficiários e o outro é o Capítulo III, Artigo 42, da nova lei, que estabelecia metas para taxas de pobreza.

Os pagamentos do novo programa social começaram a ser feitos em 17 de novembro pela Caixa Econômica Federal, com valor médio de R$ 217,18. A partir de dezembro, os beneficiários tiveram direito também a uma complementação extraordinária, criada via nova MP publicada no início deste mês e convertida em lei. Com isso, os pagamentos chegaram a R$ 400.

Um decreto também publicado no Diário Oficial do dia 30 estendeu esse benefício extraordinário complementar até dezembro de 2022.

Chuvas

Os estados da Bahia e Minas Gerais foram vítimas das fortes chuvas provocadas pelo fenômeno La Niña. O ministro da Cidadania, João Roma, visitou no dia 12 áreas afetadas pelas chuvas.

No dia 19, ao menos 14 pessoas já tinham morrido e 276 estavam feridas em função de enxurradas, alagamentos e deslizamentos que já afetaram mais de 299 mil pessoas.

No dia 25, o Sul da Bahia tinha 4,2 mil desabrigados por causa das chuvas.

No dia 24 foi anunciado que o governo pagaria o Auxílio Gás às cidades atingidas pelas chuvas. No dia 27, começou o pagamento a moradores de 100 municípios que decretaram estado de calamidade por conta das chuvas na Bahia e em Minas Gerais. Valor do benefício é de R$ 52 a cada 2 meses.

No dia 28, o governador da Bahia, Rui Costa, disse que era o “maior desastre natural da história” do estado.  Na mesma data os ministros João Roma (Cidadania), Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional), Marcelo Queiroga (Saúde) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) se encon