No polêmico estádio Marizão, na noite deste domingo (23), o Sousa começa sua caminhada na Copa do Nordeste de 2022 recebendo o CSA, a partir das 18h, em um confronto que começou a ser disputado fora de campo antes mesmo da bola rolar.

Isto porque o presidente azulino, Omar Coelho, reclamou das condições do gramado do campo de jogo, alegando péssimas condições e considerando um “absurdo” ter que jogar no local, sugerindo que a partida fosse levada para João Pessoa em Campina Grande. Por sua vez, Aldeone Abrantes, mandatário do Dinossauro do Sertão, rebateu afirmando, em suas redes sociais, que o adversário preparava justifictiva para uma possível derrota.

Dentro de campo, a equipe paraibana chegou na sua segunda disputa de Nordestão para vencer a primeira na fase de grupos. Em 2013 foram 4 derrotas em 2 empates. Só que agora, o Dino vem embalado depois de derrubar ASA, Confiança e ABC na fase elimiantória da competição, e chega com moral ao certame.

Para o jogo deste domingo, o treinador sousense, Tardelly Abrantes, conta com alguns reforços contratados que se juntam à base do time que foi vice-campeão estadual em 2021 e que conseguiu a classificação para a Copa do Nordeste. Chegaram atletas como o meia Esquerdinha, o lateral-direito Iranilson, os atacantes Piauí e Deivide, e as últimas contratações, o volante Doda e o lateral-esquerdo Vitor Paiva, que vieram do Juventude Samas. As baixas para o duelo devem ser o meia João Victor, com lesão no joelho, o atacante Piauí, fora de ritmo ideal após se recuperar de uma tendinite patelar, e o meio-campista Keyllo, com uma contusão no pé.

Pelo lado do Azulão, há uma situação que busca ser contornada. A CBF exige comprovante vacinal com pelo menos duas doses da vacina contra Covid-19 para os jogadores que disputam suas competições. O CSA, com cinco atletas sem o ciclo completo, um deles o meia Gabriel, ex-Flamengo, tenta uma liberação para que o quinteto atuem. Na manhã do dia do jogo, a CBF emitiu um despacho permitindo que os profissionais entrem em campo, e o treinador Mozart deve escalar o mesmo time que estreou na última quinta-feira pelo Alagoano, com exceção do atacante Clayton, que lesionou o joelho.

 

 

 

 

Do Voz da Torcida