Mesmo após o anúncio da Petrobras de reduzir, a partir de sábado, o preço do gás de botijão vendido às distribuidoras, não há previsão para mudança no valor do produto repassado ao consumidor na Paraíba.

Nesta sexta-feira (8), o presidente do Sindicato dos Revendedores de Gás de Cozinha da Paraíba (Sinregás), Marcos Antônio Bezerra, explicou que por ser ainda recente a decisão anunciada pela Petrobras, “nenhuma informação de mudança no valor foi identificada ainda”, disse.

De acordo com a Petrobras, a decisão de reduzir o valor foi influenciada pela evolução dos preços internacionais e da taxa de câmbio, “que se estabilizaram em patamar inferior para o GLP, e coerente com a sua Política de Preços, a Petrobras reduzirá seus preços de venda às distribuidoras”, informou a empresa em nota.

Segundo a petroleira, o preço médio de venda de GLP passará de R$ 4,48 para R$ 4,23 por kg – equivalente a R$ 54,94 por 13kg. Com isso, o preço terá uma redução média de R$ 3,27 por 13 kg, ou de 5,58%.

O último reajuste no preço do gás tinha sido feito no dia 11 de março. Os consumidores passaram a pagar entre R$ 110 e R$ 120 no preço médio de venda.