Nesta quinta-feira a diretora de patrimônio da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Luísa Rosa, esteve em João Pessoa e visitou terrenos que poderão receber as futuras instalações do Centro de Treinamento de Futebol, aparelho esportivo que será construído com parte dos lucros da Copa do Mundo de 2014, que aconteceu no Brasil. A diretora foi recebida por Michelle Ramalho, presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF-PB) e o prefeito da capital, Cícero Lucena.

Passaram-se oito anos desde a Copa do Mundo de 2014, e agora os frutos do Mundial chegarão à Paraíba e outros 14 estados que não receberam novas arenas e jogos da competição. Serão construídos Centros de Desenvolvimento do Futebol com parte do lucro da Copa que aconteceu no Brasil. Esse dinheiro é destinado pela FIFA ao país-sede. Os centros visam o desenvolvimento do esporte e têm foco na formação de jogadores, e aqui no estado ficará sediado em João Pessoa.

A diretora da CBF, Michelle Ramalho e Cícero Lucena se reuniram para dar início às tratativas para a construção do centro de formação. Na ocasião, foram visitados terrenos que possivelmente receberão as instalações, na capital. Luísa explicou a importância da chegada desse aparelho esportivo e quem será atendido por ele.

“A Paraíba é um dos estados que abrange esse projeto e o Centro de Desenvolvimento ele vai servir para ações sociais, treinamentos, fomento do futebol com o público jovem do CBF Social – Gol do Brasil, a estrutura ainda tem a finalidade para acompanhamento da base do profissional e do feminino”, disse Luísa Rosa.

Na Copa do Mundo de 2014, a Paraíba ficou à disposição para ser subsede, pela proximidade das sedes natal e Recife, mas acabou não recebendo nenhuma seleção. Uma vez tendo um Centro de Desenvolvimento do Futebol, essas chances podem aumentar para futuros eventos.

 

  • JORNAL DA PARAÍBA