O Internacional terá o retorno de um jogador do sistema defensivo para os próximos jogos. O zagueiro Kaique Rocha, lesionado desde o início do Brasileirão, está à disposição do técnico Mano Menezes, conforme informação da assessoria do clube.

“Kaique Rocha: recuperado de lesão. Fase final de retreinamento para voltar a ser relacionado”, comunicou a assessoria. O atleta não foi relacionado para o jogo contra o Independiente Medellín, mas deve retornar após a partida.

O setor defensivo do Internacional está sofrendo com as ausências e o técnico Mano Menezes busca alternativas. Além de Kaique Rocha, o Colorado contou com as lesões de Rodrigo Moledo e Tiago Barbosa.

Para lidar com esses jogadores que não estão disponíveis, o treinador foi atrás de opções em outras posições e nas categorias de base. O lateral-esquerdo Moisés virou alternativa e atuou como zagueiro na última partida, contra o Corinthians, após Vitão sentir um desconforto muscular.

Lucas Rayan e João Pedro, das categorias de base, foram observados durante os treinos e também são alternativas. Os dois jogadores estão com os profissionais e podem jogar caso sejam acionados pelo técnico.

Inter não tem zagueiro garantido para 2023

O Internacional não tem nenhum zagueiro garantido para a próxima temporada. Todos os defensores do elenco tem contrato somente até o meio ou final da temporada e a direção já está analisando as possibilidades.

O único que tem contrato até a próxima temporada é o zagueiro Victor Cuesta, porém o argentino está emprestado ao Botafogo. A tendência é de que ele seja comprado em definitivo e não defenda mais as cores do Internacional.

Em relação aos outros jogadores do elenco, dois estão com o contrato próximo do fim. Bruno Méndez pertence ao Corinthians e a permanência está sendo debatida nos bastidores, enquanto Vitão é do Shakhtar Donetsk e deve ter o vínculo renovado até o final da temporada.

Rodrigo Moledo, Kaique Rocha e Gabriel Mercado têm contrato até dezembro de 2022. Nenhum deles tem a permanência garantida e a direção deve tomar uma decisão sobre o assunto somente com a proximidade do término do vínculo desses jogadores.