Depois de um final de semana com muita chuva, João Pessoa saltou da sétima para a segunda posição no ranking das cidades paraibanas com maiores índices pluviométricos este ano. De acordo com levantamento realizado pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), a capital somou 1.154,7 milímetros, perdendo apenas para Cajazeiras, que acumulou 1.178,8mm milímetros neste ano.

Entre as manhãs da sexta-feira passada e desta segunda-feira (23), a capital paraibana acumulou 202,2 milímetros, cerca de 70% da média histórica de chuvas do mês de maio. Neste mesmo período, João Pessoa foi a cidade com maior precipitação. “Tivemos a presença de um aglomerado de nuvens que se deslocaram do oceano Atlântico em direção a costa leste da Paraíba e trouxe pancadas mais fortes de chuva. Esse é um fenômeno comum em nosso Estado nesta época do ano”, explicou a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira.

A previsão do tempo para as próximas 24 horas é de chuvas em toda a Paraíba, de acordo com o Boletim de Análise e Previsão do Tempo, divulgado na manhã desta segunda-feira pela Aesa. “Temos áreas de instabilidade próximas ao litoral nordestino. Com isso, são esperadas chuvas de intensidade fraca a moderada nas regiões do Agreste, Brejo e Litoral. Nas demais regiões deverão ser registradas chuvas localizadas, especialmente entre os períodos da tarde e noite”, alertou Marle, no boletim.

Temperatura – Entre a manhã de domingo e desta segunda-feira a máxima foi registrada em Cabaceiras, 30,9 ºC. Já Monteiro teve a mínima deste período, 17,1  ºC .

Açudes – Dos 135 açudes monitorados pelo Governo do Estado, 12 estão sangrando. Setenta  estão com mais de 20% da capacidade, 26 têm menos de 20% e 27 reservatórios estão em situação crítica, com menos de 25%.