O governador João Azevêdo (PSB) continua descartando a possibilidade de Efraim Filho (União) voltar à base governista para disputar uma vaga no Senado. Questionado sobre os diálogos para a volta de Efraim Filho ao grupo, Azevêdo respondeu essa questão pode ter sido discutida dentro do Republicanos. “Mas, para mim, não chegou nada sobre esse tema”, afirmou.

Entretanto Azevêdo não descartou completamente o diálogo, mas apenas no futuro e com a condição que Efraim se arrependesse e pedisse para voltar à base. Entretanto ele já seixou claro que não conta com isso.

“Podemos se sentar para conversar. O que quero deixar claro é que não houve iniciativa da nossa parte para  esse tipo de conversa”, declarou.

O governador disse ainda que a escolha de Efraim Filho pareceu uma decisão pensando mais no lado pessoal, sem considerar o coletivo. “Ele escolheu o caminho dele e deve estar bem no caminho que escolheu. A escolha foi dele de trilhar nesse caminho”, afirmou.

Efraim Filho deixou a base de apoio ao governo no mês de março.

 

ClickPB